Brasília-DF,
15/JUL/2018

Tiago Abravanel volta à capital na festa comemorativa dos 55 anos do Iate Clube

O cantor deve interpretar canções de Roberto Carlos, Djavan, Lulu Santos, Cazuza, Ivete Sangalo e, claro, Tim Maia

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:24/04/2015 07:15Atualização:24/04/2015 17:49

Djavan, Tim Maia e Lulu Santos são alguns dos compositores homenageados por Tiago Abravanel em Eclético (Rômulo Juracy/Esp. CB/D.A Press)
Djavan, Tim Maia e Lulu Santos são alguns dos compositores homenageados por Tiago Abravanel em Eclético

Tiago Abravanel foi descoberto pelo grande público há quatro anos, quando, ao dar vida a Tim Maia, protagonizou o musical Vale tudo, em homenagem ao legendário artista carioca. A partir dali, o ator e cantor paulistano transformou-se numa celebridade nacional. Em 2014 ele deu início à carreira solo, apresentando-se em várias cidades brasileiras — inclusive Brasília, com o show Eclético.

Amanhã, de volta à capital. Abravanel será a atração da festa comemorativa dos 55 anos do Iate Clube. Em Eclético, ele exibe versatilidade, interpretando canções de diversos estililos.

A maioria foi extraída do repertório de nomes consagrados da MPB, como Roberto Carlos, Djavan, Lulu Santos, Cazuza, Ivete Sangalo e, claro, Tim Maia. Quem também anima a festa é a Brasília Popular Orquestra, sob a batuta do maestro e saxofonista Manoel Carvalho.

 

Três perguntas/ Tiago Abravanel

O que o musical do Tim Maia representou para você?

Foi um divisor de águas em minha careira, uma importante vitrine. Eu vinha de cinco musicais, mas tudo começou a acontecer mesmo após o Vale tudo. Vou ser eternamente grato à produção do espetáculo, aos companheiros de elenco e à família do Tim.

Há mais de um ano em carreira solo, quando entra em estúdio para gravar o primeiro disco?
Assim que tiver uma folga no Chapa quente (programa humorístico que estrela na Globo), entro em estúdio para iniciar as gravações do CD. Vai ser, basicamente, um álbum de inéditas. Mas devo fazer algumas releituras.

Que impressão lhe causou Brasília e o público daqui em sua passagem pela capital?
Estive aí com Vale tudo, com o meu show solo e um workshop. Adorei a cidade, fiz amigos e senti o calor do público. O show que levo ao Iate Clube difere um pouco do anterior. Acredito que as pessoas vão curtir muito.
 

Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES