Brasília-DF,
21/FEV/2018

Nos palcos, peça 'Relatos não oficiais sobre o andar 43' aborda temática gay

O diretor e ator Thiago Cazado cria um espetáculo ousado e provocativo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:29/05/2015 07:21
Confidências profissionais e tensão sexual marcam produção do artista brasiliense (Marcus Valdetaro/Divulgação)
Confidências profissionais e tensão sexual marcam produção do artista brasiliense

Na primeira vez que levou a questão da homossexualidade aos palcos, o ator e diretor Thiago Cazado enfrentou resistência por parte da plateia. Em algumas ocasiões, espectadores chegaram a abandonar a sala.

Desta vez, para que constrangimentos similares não sejam observados, ele faz questão de logo anunciar que Relatos não oficiais sobre o andar 43 volta a se debruçar sobre a temática homossexual.

“Faço a contragosto, porque, na verdade, não deveria fazer diferença o fato da história se dar entre dois homens. A causa gay avança junto à repressão conservadora. Como artista, acho fundamental levar esse debate adiante”, pontua Thiago.

Na peça, que ocupa o Teatro Cena  a partir de amanhã, o ator divide a cena com Paulo Wenceslau. Os dois acabam confinados em um elevador da empresa farmacêutica em que trabalham. A queda de energia, que os impossibilita de deixar o espaço, provoca um desejo por intimidade.
 
Embora não se conhecessem até aquele momento, começam a trocar informações pessoais e institucionais. Eis que, então, fatos macabros sobre a organização são relevados, gerando um clima que se alterna entre o drama e o suspense.

A tensão sexual também se faz presente e envolve os dois personagens de forma contundente. A relação se revela aos espectadores de maneira explícita, com uma bela dose de nudez.

De acordo com o diretor, uma escolha legítima e sóbria: “A nudez barata não me interessa. O espectador é inteligente e saberia se fosse mero artifício para convocar público. O nu aparece pela honestidade da história. E somente daquela maneira o enredo se desenrolaria”.

Relatos não oficiais sobre o andar 43

Da Cia. Teatro Express. Direção e concepção de Thiago Cazado. Com Thiago Cazado e Paulo Wenceslau. No Teatro Cena (205 Norte). Amanhã, às 19 e às 21h. Domingo, às 19h e às 21h. Até 14 de junho. Ingressos a R$ 20 (meia-entrada) pelo site www.ingressorapido.com.br ou na bilheteria do teatro, a partir das 17h,somente nos dias de apresentações. Não recomendado para menores de 18 anos.
Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES