Brasília-DF,
15/OUT/2018

Musical l'll be there será apresentado em 28 de junho no Centro de Convenções

O projeto - que faz homenagem a Michael Jackson - foi idealizado e dirigido pela cantora Célia Porto

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:12/06/2015 07:08Atualização:11/06/2015 13:28
 (Karllynhos/Divulgação)

Há seis anos o musical I’ll be there vem sendo apresentado em pequenos espaços de Brasília, que ficam sempre lotados para curtir a homenagem a Michael Jackson. No dia 28 próximo um público bem maior poderá apreciar o espetáculo, idealizado e dirigido pela cantora Célia Porto, pois a montagem ocupará o palco do Auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, com capacidade para 3 mil pessoas.

Sob a direção musical de Daniel Baker e Rênio Quintas, estará em cena um grande elenco, formado por intérpretes, músicos, bailarinos e atores, com destaque para Rodrigo Teaser (foto), cover oficial de Michael na América Latina. Eles irão passear pela trajetória artístico do Rei do Pop — desde quando ele surgiu como integrante do grupo Jackson Five até as últimas apresentações.

Do roteiro fazem parte canções de um dos maiores ídolos da música em todo o do mundo, que se tornaram clássicos como Bad, Billie Jean, Black or white, They don’t care about, Thriller, e o sucesso póstumo Love never felt so goog. Não recomendado para menores de 14 anos.

Eu recomendo
De partida para os Estados Unidos, onde vai participar de um curso de verão na Berklee College of Music, em Boston, o jovem bandolinista Ian Coury, de 13 anos, despede-se do público brasiliense amanhã, às 21h, com show no Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental). Acompanhado por Fernando César (violão 7 cordas), Juninho Alves (cavaquinho), Pedro Miranda (baixo acústico), Thiago Viegas (percussão), Pinheirinho (percussão) e tendo como convidado o bandolinista Marcelo Lima, ele toca composições de Jacob do Bandolim, Sivuca, Chico Buarque e Hamilton de Holanda. Não recomendado para menores de 14 anos.

Blocos cariocas
O St Monica Day Club instalado na orla do Net Live Brasília, tem programação extensa, que segue até o dia 8 de agosto. Entre as atrações está o Bloco do Sargento Pimenta, que se apresenta em 25 de julho. Amanhã, o agito fica por conta de outro bloco do carnaval carioca, o Fica Comigo. Não recomendado para menores de 18 anos.

Viva Gonzaguinha!
Sambistas de diferentes gerações, Paulinho da Viola e Teresa Cristina vão participar do Moleque Gonzaguinha — 70 Anos, espetáculo em tributo ao saudoso cantor e compositor carioca, em 28 deste mês, na área externa do Centro Cultural Banco do Brasil (Setor de Clubes Sul). Eles vão se juntar a Elza Soares, Paulinho Moska, Daniel Gonzaga, Fernanda Gonzaga e ao grupo vocal As Chicas, nomes anunciados anteriormente pela produção do evento. Classificação indicativa livre.

Bem romântica
Hoje, em comemoração ao Dia dos Namorados, o Arena Futebol Clube recebe a festa Love me — A procura do amor perdido, tendo como atração a Lupa, banda de indie rock (foto). A Rap Rio Happy, Leo Goulart (vocalista da Salve Jorge), o rapper Abuh e o DJ Huro Drop são os outros destaques da programação, com início às 22h. Não recomendado para menores de 18 anos.

Forró universitário
O Rastapé, trio paulistano de forró universitário, será a principal atração da tradicional festa junina do Iate Clube (Setor de Clubes Norte). O grupo formado por Seu Jorge (sanfona), Jorge Filho (voz e percussão) e Tico (guitarra e violão) se apresentará no dia 19 próximo. A abertura do arraial, um dia antes, terá como atração musical a banda brasiliense Terminal Zero; e no encerramento do evento, no dia 20, haverá show da dupla sertaneja Roniel & Rafael. Classificação indicativa livre.

Em homenagem
Palco da música instrumental na cidade, o C’est si Bon Crêperie e Bistrô (213 Norte) apresenta na próxima quinta-feira o show Rio, Cidade Maravilhosa, com Enrico Carinci, baterista novaiorquino radicado em Brasília, e o violonista João Marinho Júnior. No repertório, canções como Ela é carioca e Samba do avião (Tom Jobim), Rio (Roberto Menescal) e Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi e Carlos Guingle). Classificação indicativa livre.,

Música oriental
Renomado músico indiano, com trabalho reconhecido em outros países, Ken Zuckerman faz recital na próxima segunda-feira (dia 15), às 20h, no Teatro da Caixa, pelo projeto Solo Música. Com o sarod — instrumento de 25 cordas do qual se extrai som profundo — ele mostra sua devoção à música antiga oriental, representada pelo raga. Não recomendado para menores de 12 anos.
Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES