Brasília-DF,
23/FEV/2018

Quarto módulo do Persistência de Memória está em cartaz na galeria do BC

A ideia é apresentar trabalhos capazes de refletir as particularidades da época, que passou por momentos como a crise bancária e o tropicalismo, tudo envolto pela ditadura milita

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:17/07/2015 06:19

O quarto módulo de Persistência de memória está em cartaz na galeria de arte do Banco Central e traz obras que retratam o panorama político e cultural brasileiro dos anos 1970.

Intitulado Anos rebeldes, o módulo tem obras de artistas como Marcelo Grassmann, Ivan Freitas, Maciej Babinsky e Guilherme de Faria.

A ideia é apresentar trabalhos capazes de refletir as particularidades da época, que passou por momentos como a crise bancária e o tropicalismo, tudo envolto pela ditadura militar. (N.M.)

Persistência da memória - Anos rebeldes
Visitação até 16 de novembro, de terça a sexta, das 10h às 18h, e no primeiro sábado de todo mês, das 14h às 18h, na Galeria de Arte do Banco Central (Edifício Sede, SBS, Q. 3, Bl. B)

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES