Brasília-DF,
18/SET/2018

Artista se baseia na natureza para criar obras de exposição

Em 'A dimensão das distâncias paralelas', Christus Nóbrega reúne obras de duas séries tendo plantas e flores como matéria-prima

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:28/08/2015 06:13Atualização:28/08/2015 09:04

 (Christus Nobrega/CB/D.A Press)
É na natureza que o artista paraibano Christus Nóbrega mergulha para criar as obras de A dimensão das distâncias paralelas, exposição em cartaz até 22 de setembro no Lounge da GPS|Brasília (Shopping Iguatemi).


Para a mostra, a curadora Cinara Barbosa selecionou obras de duas séries. Em Sudários, Nóbrega transformou o próprio sangue em tinta de impressão fotográfica e imprimiu imagens de plantas. “É um trabalho político nessa perspectiva de os homossexuais no Brasil serem impedidos de tirar sangue”, explica o artista. “Meu sangue foi inválido, então resolvi doar flores com ele.”


Em outra série, o artista faz autorretratos nos quais utiliza fotografias de folhas gigantes colhidas durante uma expedição à Amazônia no ano passado. “Tem um pouco essa perspectiva da floresta como lugar sombrio, de vegetação que pode te devorar, mas também te acolher”, explica.

A dimensão das distâncias paralelas
Exposição de Christus Nóbrega. Curadoria: Cinara Barbosa. Visitação até 22 de setembro, de segunda a sábado, das 10h às 22h; e domingo, das 14h às 20h, no Lounge GPS (Iguatemi Shopping)

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES