Brasília-DF,
20/AGO/2018

Obra de Sônia Salcedo del Castillo desvenda segredos da curadoria

No recém-lançado livro, a autora faz reflexões sobre o ofício que media a relação entre a arte e público

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:27/11/2015 06:50
Sônia Salcedo del Castillo:%u201CFaz-se curadoria de tudo hoje em dia%u201D (Arquivo Pessoal)
Sônia Salcedo del Castillo:%u201CFaz-se curadoria de tudo hoje em dia%u201D

 
A curadora Sônia Salcedo del Castillo lança hoje, na Alfinete Galeria, o livro Arte de expor — Curadoria como Expoesis, uma reflexão sobre o trabalho do curador e o fazer expositivo. “Descortino o que é esse ofício”, avisa a autora. “Não que ele seja misterioso, mas ficou muito abrangente. Faz-se curadoria de tudo hoje em dia”, completa.
 
Sônia explica que, nos anos 1970, a diversidade de tendências surgidas nas artes plásticas passou a exigir um mediador entre as obras e o público. A figura do curador começou, então, a se tornar uma necessidade. Os museólogos foram os primeiros curadores, mas hoje essa prática ganhou enorme abrangência. Durante o lançamento do livro, Sônia participa de debate com Marília Panitz, curadora de Brasília.

SERVIÇO
Arte de expor — Curadoria como Expoesis
De Sônia Salcedo del Castillo. Nau Editora, 2245 páginas. R$ 95. Lançamento hoje,
às 19h30, na Alfinete Galeria (CLN 116, Bl. B, lj. 61).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES