Brasília-DF,
23/SET/2018

"Desta vez, eu tinha muita emoção", revela a artista Joana Limongi, sobre novo trabalho

Depois de 10 anos afastada da pintura, Joana retorna à cena cultural com a exposição Maria Brasileira Limongi

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:11/12/2015 06:01Atualização:10/12/2015 17:52
Para pintar as 21 telas que compõem a mostra, a artista usou materiais que ela mesma desenvolveu em uma técnica que chamou de 'vinílica' (Renata Coli/Divulgação)
Para pintar as 21 telas que compõem a mostra, a artista usou materiais que ela mesma desenvolveu em uma técnica que chamou de "vinílica"

Joana Limongi passou seis anos, entre 1999 e 2005, totalmente dedicada à pintura. Depois, se afastou do ateliê, foi fazer mestrado e trabalhar com cinema. Durante a última década, a artista tentou retomar a pintura, mas somente este ano se sentiu pronta para mergulhar novamente. O resultado, ela mostra até amanhã na exposição Maria Brasileira Limongi, em cartaz no Ateliê Lourenço de Bem.

São 21 telas em pintura que Joana chama de "vinílica", uma mistura de materiais feitos pela artista, que também constrói sua própria paleta de cores. O mundo da abstração é uma novidade no trabalho de Joana, que há muito tentava sair da figuração.

"Eu queria pintar abstrato, mas não conseguia. Agora, voltei para o ateliê e pintei um monte. Acho que é uma questão de maturidade. Desta vez, eu tinha muita emoção, muita coisa para colocar na pintura", conta a artista.

SERVIÇO
Maria Brasileira Limongi
Exposição de Joana Limongi.
Visitação hoje e amanhã, no Ateliê Lourenço de Bem (SMLN MI 8 Conj. 2, cs. 18-B).
Horários podem ser marcados pelos telefones 3409-1453 e 9161-8838 ou pelo e-mail (projoanalimongi@gmail.com).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES