Brasília-DF,
21/FEV/2018

Sons da noite: O que agitou Brasília em 2015

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:25/12/2015 06:07Atualização:23/12/2015 16:31
Scalene se tornou conhecida em todo país (Cadu Andrade/Divulgação)
Scalene se tornou conhecida em todo país
Ano da Scalene
Banda brasiliense que se tornou conhecida nacionalmente ao participar com destaque do reality show Super Star, classificando-se em segundo lugar, a Scalene aproveitou o momento para lançar o CD Éter e relançar o Real/Surreal pelo selo Slap, da Som Livre.
 
Além disso, Gustavo Bertoni (guitarra e vocal), Tomás Bertoni (guitarra), Lucas Furtado (baixo) e Philipe Makako (bateria) passaram a conviver com agenda lotada, que os levou a se apresentar em todas as regiões do país. Aqui na capital eles fizeram alguns shows, inclusive no Porão do Rock, quando tocaram para quase 20 mil pessoas.
 
Belas vozes
Brícia Helen e Joelma Santiago, as representantes de Brasília na quarta edição do The voice Brasil, tiveram excelente avaliação dos espectadores e chegaram à semifinal do programa. A partir de agora, as duas, descobertas pelo grande público, certamente vão decolar em sua trajetória musical.
 
Jovens chorões
Um dos gêneros musicais que mais têm revelado novos valores em Brasília nos últimos tempos, o choro foi, em 2015, ouvido não apenas em shows pelo projeto do Clube do Choro que homenageou Dominguinhos. Jovens músicos, como os bandolinistas Thiago Tunes e Ian Couri, comandaram concorridas rodas de chorinho em casas noturnas e outros espaços da cidade.
 
Henrique & Ruan foram destaque na balada sertaneja da capital (Rodrigo Carletti/Divulgação)
Henrique & Ruan foram destaque na balada sertaneja da capital
Embalo sertanejo
O chamado sertanejo universitário, que se espalhou neste ano por todo o Distrito Federal, levou duplas com trabalhos reconhecidos e outras recém-formadas na capital a ocupar os palcos de bares, casa noturnas, clubes e até espaços maiores neste ano. Duas delas marcaram presença com maior destaque: Henrique & Ruan e Willian & Marlon.
 
Balada alternativa
As festas de hip-hop, comandadas por DJs como Chicco Aquino, A e Hugo Drop estiveram entre as que mais reuniram baladeiros em 2015, principalmente os que estão descobrindo a noite brasiliense. Continuam em alta os eventos Drop, Makossa e Melanina.
 
Puro entretenimento
Entre os projetos voltados para o entretenimento e a gastronomia, que ocuparam espaços ao ar livre na cidade, o que mais fez sucesso foi o A Praia, na orla norte do Lago Paranoá. Outros, como Santa Mônica, Doca Club e Aloha tiveram, também, boa acolhida do público. Em todos, música pode ser apreciada, tanto nos shows, quanto nas pistas de dança.
 
Novos espaços
Bamboa, Jack Haus e Kathedral foram as novas casas para shows, festas e eventos abertas em 2015. Fechada por quatro meses, a Villa Mix reabriu em novembro, com capacidade maior de público, e usando Espaço no pré-nome.
 
Bons de samba
As duas boas novidades no universo do samba em Brasília neste ano foram o cantor e compositor Vavá Afiouni e o grupo Filhos de Dona Maria (foto). Além de mostrarem o trabalho que desenvolvem ao vivo, lançaram seus primeiros CDs: Os JetSambas e Todos os prazeres, respectivamente.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES