Brasília-DF,
19/NOV/2018

Camisa de Vênus comemora 35 anos ao lado de novos fãs

Banda relembra canções em show na capital

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:19/02/2016 06:00Atualização:18/02/2016 17:01
Marcelo Nova, membro da Camisa de Vênus, teve parcerias com Raul Seixas (Produção MN/Divulgação)
Marcelo Nova, membro da Camisa de Vênus, teve parcerias com Raul Seixas
A banda camisa de Vênus marcou época no rock nacional ao, na década de 1980, ser a primeira da sua geração a gravar um LP por uma grande gravadora. Meses depois, a gravadora os expulsou do casting por conta da postura subversiva de seus integrantes. Atitude que inflou ainda mais o discurso do grupo, conhecido pelo vocal de Marcelo Nova, baiano que nunca teve papas na língua.
 
Nova e Robério Santana, membros da formação original, ao lado do baterista Célio Glouster e dos guitarristas Leandro Dalle e Drake Nova, se apresentam em Brasília neste fim de semana, festejando 35 anos de carreira. O repertório lembrará os 20 anos de Quem é você?, último álbum de estúdio dos roqueiros, e trará Eu não matei Joana D’Arc e Só o fim.

Duas perguntas // Marcelo Nova

Vocês pretendem lançar material novo?
Não costumo prever o futuro. Quando decidimos fazer a turnê, era uma celebração que, a princípio, representava uma incógnita no sentido mais amplo da palavra. A parte boa, do ponto de vista artístico, é que encontramos um público de fãs antigos, que não havia esquecido das canções e também uma nova geração, meninos de 18 anos cantando as músicas como se estivessem sido compostas no ano passado.

O que o Camisa de Vênus tem para falar às novas gerações?
Tenho uma carreira independentemente do Camisa de Vênus. Lancei álbuns e não paro de trabalhar. Tive parceria com Raul Seixas, em 1989, e outros tantos álbuns gravados na carreira solo. Estou presente 100% no sentido da minha dedicação, do meu empenho. Eu não só escrevo, mas interpreto o que escrevo. Como compositor, venho da tradição, musicalmente falando. Não sou um cara que diz inventei um novo som ou algo genial, nunca feito antes. Eu venho lá de trás. Tenho referencias de Nelson Gonçalves, Jards Macalé, Sex Pistols, venho de uma linhagem com antecedentes. O que me diferencia é que consegui aplicar sobre essa tradição a minha impressão digital.

SERVIÇO

Camisa de Vênus – 35 anos de história
Net Live (SHTN Tr 2, Conj. 5; informações 8137-1235). Hoje, às 20h.  Ingressos a R$ 80 (valor referente à meia-entrada). Não recomendado para menores de 18 anos

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES