Brasília-DF,
22/OUT/2018

Fabio Vidal leva aos palcos a história de uma das primeiras transexuais brasileiras

O espetáculo conta a vida de Joelma, que nasceu no interior da Bahia e jamais se identificou com o gênero biológico

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Carmela Veloso de Beauvoir - Especial para o Correio Publicação:18/03/2016 06:00Atualização:17/03/2016 18:37

O espetáculo foi baseado em premiado curta-metragem
 (Alessandra Nohvais/Divulgação)
O espetáculo foi baseado em premiado curta-metragem
 

Em um panorama tomado pela intolerância, nada melhor que recorrermos ao teatro como um local de reflexão. O espetáculo baiano Joelma desembarca em Brasília disposto a nos contar a história de uma das primeiras transexuais brasileiras, que dá nome à peça.

A iniciativa é do ator, diretor e professor Fabio Vidal, que levou, inicialmente, a jornada de Joelma para as telas por meio de um premiado curta-metragem, agora adaptado para os palcos.

Nascida Joel Patrício Novais, em Ipiaú, interior da Bahia, Joelma jamais se identificou com o gênero biológico e, ainda na infância, passou a referir a si mesma pelo feminino. Na pequena cidade, catou carvão durante a adolescência até ser expulsa de casa.

Na capital soteropolitana, esbarra com um mendigo com quem passa a viver. O companheiro a motiva a encarar a cirurgia de resignação sexual e Joelma renasce, embora não tenha se livrado das mazelas provocadas por uma sociedade ainda incapaz de lidar com a diversidade.

Joelma apanhou, bateu e levou uma vida marcada por agressões, intransigência e preconceito. Ao encená-la, Fabio Vidal nos provoca a repensar nossa formação cultural e a ignorância que nos habita. Sempre é tempo de revermos nossas posições, principalmente quando elas geram violência. Lá na frente, quem sabe, nenhuma Joelma precise apanhar. E o teatro é arma fundamental nesse processo.


*Carmela Veloso de Beauvoir é uma performance de gênero proposta pelo repórter Diego Ponce de Leon. No blog www.correiobraziliense.com.br/ carmela, Carmela fala sobre
diversidade, tolerância e combate ao preconceito


SERVIÇO

 

Joelma
De Fabio Vidal. Na sala Plínio Marcos, da Funarte (Eixo Monumental). Hoje e amanhã, às 21h, domingo, às 20h. Ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada).
Não recomendado para menores de 14 anos.

A personagem

Aos 71 anos, Joelma vive em uma casa repleta de elementos religiosos, na cidade natal de Ipiaú, para onde acabou retornando. Considerada a primeira transexual da Bahia, quiçá do país, ela leva uma vida simples e com pouca interferência do mundo exterior. Por conta das várias lendas em torno dela, que envolvem feitiços e uma bela dose de esoterismo, tornou-se uma figura mítica da região.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES