Brasília-DF,
18/DEZ/2018

Tulipa Ruiz traz show intimista a cidade

Acompanhada apenas do pai e do irmão nas guitarras, cantora promete maior aproximação da essência das músicas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Alexandre de Paula- Especial para o Correio Publicação:01/04/2016 06:30Atualização:01/04/2016 09:14

Acompanhada pelo pai e pelo irmão, Tulipa Ruiz apresenta show intimista com canções dos três discos da carreira
Acompanhada pelo pai e pelo irmão, Tulipa Ruiz apresenta show intimista com canções dos três discos da carreira


“Em formato nude”, é assim que estarão as canções que Tulipa Ruiz vai apresentar no Teatro da Caixa, em shows intimistas de hoje a domingo. Acompanhada apenas pelo pai Luiz Chagas (guitarra) e pelo irmão Gustavo Ruiz (violão), ela brinca que é “como se as músicas estivessem de biquíni” e comenta que é uma honra tocar com os dois. “Não é por serem da minha família, é porque são dois dos meus guitarristas prediletos.”


Essa apresentação é uma oportunidade, segundo a cantora, de pensar o repertório em um outro formato. “É um show em que podemos falar a música de uma outra maneira e entendê-las melhor enquanto canção”, observa.


A roupagem mais crua aproxima da essência das canções. “Essas músicas nasceram assim, no violão. De certa forma, é um retorno a essa origem”, comenta.


Canções de Dancê — último disco da cantora, com pegada mais dançante e animada — também ganham um novo tom na apresentação. Citada sempre entre os artistas mais importantes da nova música brasileira, Tulipa prefere não falar em geração, mas recohece que “existe um diálogo forte entre os artistas da cena contemporânea.”

Duas perguntas Tulipa Ruiz

Como foi preparar as canções para o formato desse show?


Esse jogo é muito interessante, essa transposição para uma versão mais pelada, brinco que é como se as músicas estivessem de biquíni, em formato “nude”. A gente entende melhor o potencial das músicas enquanto canção, essência das músicas, elas nasceram no violão. A música Físico no disco ficou com uma música de pista. Na verdade, ela nasceu de voz e violão.

Seu sucesso começou por meio da internet, como enxerga essa relação entre música e web?


Costumo dizer que tenho uma vida virtual ativa. Realmente minha música apareceu por aí, comecei a fazer show sem ter discos. Chegar a um lugar sem o disco físico e todo mundo saber sua música é um milagre da internet. Por outro lado, eu sempre vou fazer álbuns, pensar na obra como um todo. E sempre vou fazer vinil. Eu entendo que o perfil do ouvinte atual é completamente híbrido e o artista tem que estar em todos os lugares. Se você não estiver em um desses meios, você está deixando de se comunicar.

SERVIÇO
Tulipa Ruiz
1 a 3 de abril, no Teatro da Caixa Cultural (SBS Quadra 4). Sexta às 20h, sábado, às 18h e às 20h, e domingo, às 19h. Classificação indicativa: 12 anos. Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e 10,00 (meia-entrada). Informações: 3206-6456

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES