Brasília-DF,
21/JUL/2018

Peça 'Casamento instável sujeito a chuvas e trovoadas' mostra os desencantos de um casal

O texto é de Marcos Pacheco e a direção do ator Gê Martu

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:20/05/2016 06:57

Márcia Marmori e Adilson Mottor vivem em um divertido casal que não se entende mais (Reprodução/Internet)
Márcia Marmori e Adilson Mottor vivem em um divertido casal que não se entende mais
 

Há quem prefira ir ao teatro para relaxar e deixar o peso do cotidiano de lado. Os adeptos podem conferir a montagem de Casamento instável sujeito a chuvas e trovoadas, que ocupa o reinaugurado palco do Teatro Oficina Perdiz.

A encenação conta com texto de Marcos Pacheco e direção do ator e diretor Gê Martu, figura querida no teatro brasiliense, além dos protagonistas Adilson Mottor e Márcia Marmori, que dão vida a um divertido casal.

“Casamento é assim: hoje um manda, amanhã manda também. E assim a vida passa; um dia vai e outro vem. Um dia você é vítima, amanhã é refém”, brincou e rimou Pacheco, na divulgação do espetáculo.

Depois de uma recente temporada no Espaço Cultural Semente, no Gama, a peça aparece no Perdiz, que, depois de seis anos, foi reaberto no ano passado. Ótima oportunidade para conferir o trabalho de um dos nossos mais ativos artistas, Gê Martu, justamente em um palco fundamental no teatro do DF.

SERVIÇO

Casamento instável sujeito a chuvas e trovoadas

De Marcos Pacheco. Direção de Gê Martu. Com Adilson Mottor e Márcia Marmori. Hoje e amanhã, às 21h, domingo, às 20h. Ingressos a R$ 30 e R$ 15 (meia). Não recomendado para menores de 12 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES