Brasília-DF,
21/OUT/2018

Exposição Geografia do Atopos brinca com o olhar do espectador

Exposição de instalações marca oito anos de amizade de Gregório Soares e Thales Noor

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:03/06/2016 08:40Atualização:02/06/2016 18:04

As noções de micro e macro dialogam na mostra 'Geografia do Atopos' (Gregório Soares e Thales Noor/Reprodução)
As noções de micro e macro dialogam na mostra 'Geografia do Atopos'

Foi para celebrar uma amizade de oito anos que os artistas Gregório Soares e Thales Noor juntaram as ideias no projeto Geografia do Atopos, exposição em cartaz a partir de amanhã na Alfinete Galeria. Fotografias, objetos e mapas colecionados ao longo de anos formam as oito séries de instalações montadas na galeria.


Soares e Noor trabalham com a noção de micro e macrogeografia. Se o contexto global importa, os limites micro, da própria galeria, são fundamentais. A dupla se apropria de mapas que relaciona com imagens e colagens fotográficas cujos conteúdos não têm a ver diretamente com os lugares retratados na cartografia. A intenção é subverter essas associações e brincar com o olhar do espectador. “Estamos sempre fazendo associações lúdicas, os locais dos mapas perdem o sentido, são histórias que podiam ter sido inventadas” avisa Soares.

 

Nas fotografias, os detalhes ganham relevância. Há imagens muito aproximadas de fissuras no chão, rachaduras em paredes, texturas curiosas e até fotos macro, feitas de aviões, semelhantes aos registros de satélite. “Sempre tem essa relação de distância, de não saber muito se está próximo ou distante”, explica o artista.

 

Geografia do Atopos
Abertura amanhã, às 17h, na Alfinete Galeria (103 Norte, Bl. B). Visitação de quarta a sábado, das 15h30 às 19h, até 2 de julho.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES