Brasília-DF,
21/JUL/2018

Espetáculo faz releitura do clássico grego 'Medéia' com exibição no Goldoni

'Trinta gatos e um cão envenenado' mescla linguagens contemporâneas ao tema central da peça

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:05/08/2016 07:01Atualização:04/08/2016 17:06
'Trinta gatos e um cão envenenado' tem tema atual com tratamento clássico (NQ Comunicação/Divulgação
)
'Trinta gatos e um cão envenenado' tem tema atual com tratamento clássico
 
O texto clássico de Eurípedes, Medéia, serve como base para Geraldo Lima no espetáculo Trinta gatos e um cão envenenado, que estreia neste fim de semana e cumpre temporada até 21 de agosto no Teatro Goldoni. A direção é de André Amaro, e o elenco conta com Pecê Sanváz, Vanessa di Farias, Lilian França, Thiago de Moraes e Flávia Neiva.
 
A protagonista Zeza é uma jovem atormentada pelas lembranças de uma infância marcada por abusos e dor. O que move Zeza é o desejo de vingança contra o pai alcoólatra e violento. O lar — se é que podemos chamar o cenário de lar — ainda inclui a mãe que sabe de tudo e, em nome da religião, se omite; e o irmão mais velho de Zeza, que só pensa em juntar dinheiro para sair de casa.
 
André Amaro optou por mesclar linguagens em Trinta gatos e um cão envenenado. Ao tema mais do que atual e à linguagem contemporânea soma-se um coro, elemento muito presente nas tragédias gregas.

SERVIÇO
Trinta gatos e um cão envenenado
Teatro Goldoni (208/209 Sul Casa d’Italia). Hoje e amanhã, às 21h; domingo, às 20h. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R 10 (meia). Não recomendado para menores de 16 anos. Informações: 3244-3333.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES