Brasília-DF,
21/OUT/2018

Exposição da artista Ima Montoya está no Instituto Cervantes

A artista espanhola expõe obras que retratam como seria Dom Quixote nos dias de hoje

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:23/09/2016 06:45
Obra que compõe o acervo de Ima Montoya (Instituto Cervantes/Divulgação)
Obra que compõe o acervo de Ima Montoya

A artista espanhola Ima Montoya tentou imaginar como seriam, nos dias de hoje, Dom Quixote e as figuras que povoam o livro de Miguel de Cervantes. O resultado são as 15 pinturas de Quixote, a loucura de viver, em cartaz no Instituto Cervantes, a partir de hoje, como parte da homenagem para os 400 anos da morte do escritor. Com imagens que fazem referências (e até críticas) ao mundo contemporâneo e trazem personagens que poderiam ser os dom Quixotes da contemporaneidade, Ima propõe metáforas e aproximações que refletem sobre a reprodução de padrões ao longo da história da civilização. Para ela, todos somos Quixotes. “O Quixote é o que todos buscamos. Sentimo-nos Quixote ao buscar os valores presentes na obra, ao enfrentar os medos e viver a loucura que é a vida. O Quixote é um personagem muito próximo a todos”, acredita. O que mais comove a artista é a vulnerabilidade do personagem de Cervantes. “Interessava-me muito o desafio de descer o Quixote da estante, um livro que temos que ler na escola. Queria desfazer-me do medo, rir com o Quixote, deparar-me com os valores e personagens que giram em volta da obra. Eu tenho amigos que são Quixote”, garante Ima.

SERVIÇO

Quixote, a loucura de viver
Exposição de Ima Montoya. Visitação até 31 de outubro, de segunda a sexta, das 9h às 20h, e sábados, das 9h às 15h, no Instituto Cervantes Brasília (SEPS 707/907)

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES