Brasília-DF,
10/DEZ/2018

Abertura da Bienal é marcada por exposições, palestra e sarau poético

A abertura oficial da festa do livro começa hoje, às 9h, no Auditório Nelson Rodrigues, no Estádio Mané Garrincha

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:21/10/2016 06:45
Adélia Prado é homenageada e realiza palestra no evento (Carlos Vieira/Esp. CB/D.A Press)
Adélia Prado é homenageada e realiza palestra no evento
Hoje é dia de poesia, música e muita contação de histórias na III Bienal Brasil do Livro e da Leitura. Com abertura oficial marcada para às 9h, no Auditório Nelson Rodrigues, montado no Estádio Mané Garrincha, a festa do livro tem início com a inauguração das exposições Reino de Makunaíma e sua chefia da fauna, do escritor José Miranda de Aquino, conhecido como Zezé Maku, e Literanua, ensaio fotográfico de Diego Ponce de Leon, jornalista do Correio.
 
À noite, é a vez de a poetisa Adélia Prado — homenageada do evento ao lado do português Boaventura de Sousa Santos — receber homenagem e realizar palestra antes do sarau poético Os independentes da Bienal. Adélia é a primeira mulher homenageada na Bienal e é autora de mais de oito livros de poesia.
 
Nilson Rodrigues, diretor do evento, explica que a Bienal foi pensada de maneira a trazer para os debates as questões que afligem a sociedade contemporânea. Veja abaixo os destaques da III Bienal Brasildo Livro e da Leitura para este fim de semana.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES