Brasília-DF,
19/AGO/2017

Exposição 'Poteiro por inteiro' homenageia o artista morto em 2010

A minirretrospectiva conta com pinturas e esculturas do pintor Antônio Poteiro e fica até fevereiro no Museu dos Correios

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:09/12/2016 06:43
A mostra reúne cinco esculturas e 30 pinturas que hoje pertencem ao Instituto Antônio Poteiro (Antônio Poteiro/Divulgação)
A mostra reúne cinco esculturas e 30 pinturas que hoje pertencem ao Instituto Antônio Poteiro

Antônio Poteiro  era um autodidata. Nunca teve aulas de pintura e deu os primeiros passos na arte muito novo, ao lado do pai, um oleiro que veio com o menino de Portugal. Poteiro ganhou esse sobrenome quando ficou conhecido pelos potes de cerâmica que vendia em feiras e na beira da estrada. 
 
Mas seu universo cresceu quando o artista goiano Siron Franco o levou para dentro do próprio ateliê e o incentivou a pintar. Essa trajetória é contada em Poteiro por inteiro, em cartaz no Museu dos Correios com curadoria de Enock Sacramento.
 
A mostra reúne cinco esculturas e 30 pinturas que hoje pertencem ao Instituto Antônio Poteiro, dirigido pelo filho do artista, Américo. Poteiro morreu em 2010 e deixou um acervo considerável, hoje administrado pela família. “É uma minirretrospectiva. Essa exposição mostra, mais ou menos, a trajetória do Poteiro em toda sua vida, desde as primeiras obras até o fim da vida”, avisa Sacramento.
 
O artista aprendeu pintura sozinho e levou para as telas um universo que conhecia bem. Na infância, Poteiro morou em diversas partes do Brasil, inclusive na Ilha do Bananal. Lá, conviveu muito com índios e com a natureza. 
 
“Ele era sensível a essa temática da natureza, a pintura dele tinha animais, árvores, muitas flores, girassóis. Era muito autêntico porque ele desenvolveu tudo a partir dele mesmo. Ele teve o empurrão do Siron, mas acabou se desenvolvendo por ele mesmo. E ele não se baseou em outras coisas”, explica Sacramento, que gostaria de realizar uma retrospectiva maior do artista.


Serviço
Poteiro por inteiro
Curadoria: Enock Sacramento. Museu dos Correios (SCS quadra 4, bloco A, 256, ed. Apolo). Visitação até 8 de fevereiro, de terça a sexta, das 10h às 19h, e sábados e domingos, das 12h às 18h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES