Brasília-DF,
23/AGO/2017

Exposição 'Murmuro Bè Africk' reúne fotografias no Museu Nacional da República

Marilu Cerqueira retrata as condicões vivídas pela população africana por meio de fotografias

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:06/01/2017 06:15
Marilu Cerqueira registrou o cotidiano de habitantes da República Centro- Africana (Marilu Cerqueira/Divulgação)
Marilu Cerqueira registrou o cotidiano de habitantes da República Centro- Africana

A fotógrafa Marilu Cerqueira passou quatro meses na República Centro-Africana, no primeiro semestre de 2016. Viajava como consultora de comunicação para o desenvolvimento do Unicef e tinha como missão, entre outras, registrar e colaborar em um trabalho de assistência junto a uma das comunidades mais carentes do mundo.
 
Depois de concluir o projeto — que envolvia, sobretudo, fotografias do processo de trabalho —, Marilu percebeu que havia uma história humana a ser contada entre as mais de 300 imagens captadas ao longo da viagem. Assim nasceu Murmuro Bè Afrik, um ensaio de 38 fotografias expostas até o final do mês no Museu Nacional da República.
 
São, principalmente, imagens de rostos e pessoas inseridas em um cotidiano duro e precário. A República Centro Africana ocupa o 187º lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) de 2014. É o penúltimo lugar da lista, que vai até 188.
 
“É um país muito difícil, considerado entre os 10 mais carentes do mundo. A condição de vida, a condição humana, tudo é muito precário”, conta a fotógrafa, que precisou superar desafios pessoais como a falta de água potável e doenças que se proliferam em condições ruins de higiene para conseguir tocar o trabalho.
 
Foi a partir da combinação entre a superação das dificuldades pessoais e a observação das condições de vida que Marilu construiu a perspectiva de Murmuro Bè Afrik. “De volta ao Brasil, vi que tinha um material diferente, que não era um retrato da África faminta, mas que mostrava a dignidade da população, embora passem por tudo isso.”

SERVIÇO
Murmuro Bè Afrik
Museu Nacional da República (Eixo Monumental). Até 29 de janeiro, de terça a domingo, das 9h às 18h30. Exposição de fotografias de Marilu Cerqueira feitas na República Centro-Africana. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES