Brasília-DF,
19/AGO/2017

Samba, axé, comédia e carnaval comandam os agitos em Brasília

Tem documentário, stand up e marchinhas de carnaval pela capital

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:27/01/2017 06:00Atualização:26/01/2017 14:12
Caetano Veloso durante o documentário 'Axé: Canto do povo de um lugar', de Chico Kertész (Rodrigo Maia/Divulgação)
Caetano Veloso durante o documentário 'Axé: Canto do povo de um lugar', de Chico Kertész
 

Eu recomendo

 
Quem curtiu o carnaval de Salvador entre os anos 1980 e 1990 e participou da Micarecandanga na Esplanada dos Ministérios e no Eixo Monumental, com certeza vai se impactar ao assistir à Axé: Canto do povo de um lugar. Em cartaz no Cine Cultura Liberty Mall e no Espaço Itaú de Cinema (CasaPark 7), o documentário de Chico Kertész traz imagens históricas de bandas como Chiclete com Banana, Cheiro de Amor, Eva e Olodum. Chamam a atenção também os depoimentos pertinentes e reveladores de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Daniela Mercury, Carlinhos Brown e Luis Caldas. Não recomendado para menores de 12 anos.

Eterna bossa

 
Leila Pinheiro, um dos destaques do Bossa nova in concert, em 17 de fevereiro, no Auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, tem dois discos que abordam o repertório desse estilo musical. Um é o Benção, bossa nova, que lançou em 1989, e o outro, Isso é bossa nova, de 2003. Não recomendado para menores de 14 anos.

Pop mineiro

 
Fernanda Takai, vocalista da banda mineira Pato Fu, é a principal atração do projeto Todos os Sons, no dia 12 de fevereiro, na Praça das Fontes do Parque da Cidade. Com o show solo Na medida do impossível, a cantora fecha a programação que conta também com a participação da banda paulista Samuca e a Salva (lançando o primeiro CD) e a banda brasiliense Consuelo – alter ego de Cláudia Daibert. Classificação indicativa livre.
 
Integrantes do bloco Divinas Tetas (Arquivo Pessoal/Divulgação)
Integrantes do bloco Divinas Tetas
 

Divinas Tetas

 
Sucesso absoluto na estreia no carnaval de 2016, ao reunir uma multidão no Setor Bancário Sul, o bloco Divinas Tetas (foto) volta com tudo na folia deste ano. No dia 27 de fevereiro, os vocalistas Adolfo Neto, Aloísio Michael, Samy Aissami e os 12 músicos que os acompanham vão agitar a galera no espaço entre a antiga sede do Banco do Brasil e o Edifício Seguradora. Os ensaios do bloco já começaram e o repertório que vai levar os foliões a se jogarem no frege tem por base músicas dançantes da obra dos tropicalistas Gilberto Gil, Gal Costa, Tom Zé, Mutantes e, claro, Caetano Veloso, autor da canção, que deu nome ao bloco. Olha só um trechinho da letra: “Dona das divinas tetas/ Derrama o leite bom na minha cara/ E leite mau na cara dos caretas...”


Linguagens diversas

 
Cinco jovens e talentosos instrumentistas brasilienses, Felipe Viegas (teclados), Filipe Togawa (piano), Henrique Alvim (guitarra), Pedro Miranda (contrabaixo) e Renato Galvão (bateria), formam o grupo Engrenagem, que ocupa o palco do Espaço Cultural do Choro, terça e quarta-feira da próxima semana, às 21h. Eles fazem um show que mistura diferentes linguagens artísticas, incluindo, além da música, fotografia e vídeoprojeção. Não recomendado para menores de 14 anos.

Pré-carnavalesco

 
Samba, suor e cerveja é o nome do show pré-carnavalesco que Cely Curado, Lúcia de Maria e Sandra Duailibe fazem hoje, às 22h, no Feitiço Mineiro. Acompanhadas por José Cabrera (teclados), Manga (bateria) e Márcio Bezerra (sopros), elas vão cantar sambas e marchinhas clássicas. Não recomendado para menores de 18 anos.
 
Mulheres de Zeca apresentam sucessos no Outro Calaf (Arquivo Pessoal/Divulgação)
Mulheres de Zeca apresentam sucessos no Outro Calaf
 

Canções brasileiras

 
O Mundo é um Moinho, grupo formado por Jane, Silvinha Vilela, Joel Oliveira, Beto Cardoso, Jorge Luis, Jorge Macarrão, Wendel e Carlos Campos, reverencia o poeta e compositor Cartola, interpretando Acontece e As rosas não falam no show Brasil canções hoje, às 19h30, no Fulô do Sertão (404 Norte). Do roteiro fazem parte também A volta do boêmio (Adelino Moreira), Nossos momentos (Haroldo Barbosa e Luis Reis) e Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi e Carlos Guingle). Classificação indicativa livre.

Samba pras moças

 
Mulheres de Zeca, bloco que se apresenta na Lapa durante o carnaval e faz shows em outros meses do ano, vem a Brasília no dia 4 de fevereiro para apresentação no Outro Calaf (Setor Bancário Sul). Dorina, Nilze Caralho, Dayse do Banjo, Janaina Moreno, Bia Aparecida e a brasiliense Renata Jambeiro celebram o consagrado sambista com um show em que cantam sucessos como Água da minha sede, Faixa amarela, Samba pras moças, Vai vadiar e, claro, Deixa a vida me levar. Não recomendado para menores de 18 anos.

Até breve!

 
Com as férias do colunista, a Sons da Noite só volta a ser publicada em 17 de fevereiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES