Brasília-DF,
22/AGO/2017

Exposições na Alfinete Galeria prometem impulso artístico na cidade

Com obras de Bia Medeiros e de Derik Sorato e Thales Noor, Alfinete Galeria abre as portas para a diversidade

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:09/06/2017 06:05Atualização:08/06/2017 16:41
Exposição traça um panorama de 33 anos da carreira de Bia Medeiros (Bia Medeiros/Reprodução)
Exposição traça um panorama de 33 anos da carreira de Bia Medeiros
 
 
Bia medeiros sempre usou frutas para realizar pinturas, desenhos e gravuras. E sempre se ancorou no erotismo quando se tratava de trabalhar com papel. A coerência fica evidente em Bia Medeiros: per-fura, per-muta, per-verte, umabraço da totalidade da produção” em cartaz na Alfinete Galeria.
 
São cerca de 50 obras realizadas entre 1984 e este ano, uma espécie de panorama do trabalho da artista. “Há um conceito que permeia o trabalho e esse conceito toca no erotismo e no movimento. São desenhos feitos quase corporalmente, em um só movimento, mais jogados”, avisa a artista.
 
A Alfinete recebe ainda os desenhos e gravuras de Derik Soato e Thales Noor em Na medida do possível, tudo saiu como não deveria. A arquitetura e sua fragmentação estão na base da série feita pelos artistas em um sistema que envolve troca e colaboração.
 
Serviço 
 
Na medida do possível, tudo saiu como não deveria
De Derik Sorato e Thales Noor
 
Bia Medeiros: per-fura, per-muta, per-verte
De Bia Medeiros
 
Visitação até 1º de julho, de quinta a sexta, das 14h30 às 18h, e sábado, das 15h às 20h, na Alfinete Galeria (CLN 103 bloco B loja 66)


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES