Brasília-DF,
20/AGO/2017

Comédia estrelada por Elizabeth Savala é encenada na capital

'A.M.A.D.A.S.' trata, com humor, temas relacionados ao envelhecimento

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:30/06/2017 06:01Atualização:29/06/2017 13:43
Elizabeth Savala brinca:
Elizabeth Savala brinca: "Lei da Gravidade existia desde antes de a maçã cair, a gente só não sabia o nome"

A dois dias de completar 48 anos, uma mulher encontra a amiga que vai comemorar 51 anos na semana seguinte. Enquanto uma atravessa a crise da meia idade se questionando sobre as dificuldades de envelhecer, a outra abusou de plásticas e intervenções cirúrgicas para se manter com a aparência jovial.
 
Esse é o mote de A.M.A.D.A.S., monólogo escrito por Regina Antonini, dirigido por Luiz Arthur Nunes e encenado por Elizabeth Savala, que chega no sábado (1º/7) aos palcos da cidade. “As personagens retratadas na peça formam a A.M.A.D.A.S. — Associação de Mulheres que Acordam Despencadas. Elas mostram que a Lei da Gravidade existia desde antes de a maçã cair — a gente só não sabia o nome”, brinca a atriz.
 
Embora sejam em cena 12 mulheres —  todas vividas pela atriz —, ela garante que o espetáculo não é voltado apenas para o público feminino. “O envelhecer é comum dos dois. Os dois se identificam com o A.M.A.D.A.S.. A mulher porque ela se vê nas questões e o homem, porque convive com essa mulher. Mas a mulher se cobra mais e é mais cobrada também. Ela tem que estar com a unha feita, cabelo arrumado, trabalhar em casa, fora de casa…”, comenta.
 
A.M.A.D.A.S. está em cartaz há cerca de quatro anos. Espetáculos de vida longa são uma constante na carreira de Elizabeth Savala. “Fazer monólogos tem essa vantagem — é uma estrutura mais barata para viajar. E, no caso de A.M.A.D.A.S., o boca a boca do público funciona muito bem por causa da questão da identificação”, explica a atriz, que se prepara para entrar na novela Pega pega, por volta do capítulo 60.

SERVIÇO
A.M.A.D.A.S.
Teatro da Caesb (Avenida Sibipiruna – Águas Claras). Neste sábado (1º), às 21h, e domingo (2), às 19h. Ingressos a R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia-entrada). Não recomendado para menores de 14 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES