Brasília-DF,
20/MAI/2018

'Profunda superfície' une dança e literatura

O espetáculo será este sábado (16/9) e resultou do projeto 'O movimemento da palavra'

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Borges* Publicação:15/09/2017 06:00Atualização:15/09/2017 09:54
O projeto 'O movimento da palavra' deu origem ao espetáculo 'Profunda superfície' (Arquivo pessoal/Divulgação)
O projeto 'O movimento da palavra' deu origem ao espetáculo 'Profunda superfície'

 
Dança e literatura em um só lugar. É o que promete o espetáculo Profunda superfície, de Thais Kuri. A apresentação é resultado do projeto O movimento da palavra, também coordenado por Thais. A proposta do trabalho é unir dança e poesia, utilizando as obras dos autores Nicholas Behr, Clarice Lispector e Arnaldo Antunes.
 
Quem assistir ao espetáculo vai se sentir parte da história construída no palco. "Será um espetáculo de dança um pouco diferente do comum, em que até o silêncio faz parte da composição. Com isso, a gente cria uma áurea sensível no ambiente. A plateia vai se sentir dentro da história tecida", conta Thais.
 
Ela revela que a escolha dos autores teve influência de seu gosto pessoal, mas conta que os artistas também apresentam semelhanças. "Encontrei similaridades nas obras: uma delas é a cidade de Brasília, bastante presente na obra de Nicholas Behr e nas crônicas de Clarice", aponta.
 
O movimento da palavra foi levado a 10 bibliotecas públicas do Distrito Federal em 2016. A diretora interagia com o público por meio de oficinas, nas quais os espectadores recitavam poesias para serem dançadas ao vivo. Foi a partir dessa experiência que Thais Kuri criou Profunda superfície.
 
*Estagiária sob supervisão de Vinícius Nader 
 
Serviço
Profunda superfície
Espaço Imaginário Cultural (QS 103 Conjunto 05 Lote 05 - Samambaia Sul). Neste sábado (16/9), às 20h. Entrada franca. Classificação livre.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES