Brasília-DF,
22/OUT/2019

Musical encanta crianças com história sobre o pequeno Vinicius de Moraes

'Poetinha Camarada - As aventuras do menino Vinicius' embarca na imaginação do artista e de todos os animais da Arca de Noé

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Roberta Pinheiro Publicação:27/09/2019 06:00Atualização:27/09/2019 18:43
O trabalho é uma obra de ficção inspirada em um dos clássicos de Vinicius de Moraes (Milkena Vasconcelos/Divulgação)
O trabalho é uma obra de ficção inspirada em um dos clássicos de Vinicius de Moraes

A imaginação pode revelar um grande poeta brasileiro. Era por volta dos anos 1920 e o pequeno Vinicius de Moraes não queria fazer mais uma mudança de cidade, ainda mais no dia do aniversário. Emburrado, vai de castigo para o quarto e descobre ali, entre um universo colorido e musical, ao lado dos bichos da Arca de Noé, a vocação de artista e a importância da harmonia nas relações para a construção de um mundo melhor.

Esse é o enredo do espetáculo Poetinha Camarada — As aventuras do menino Vinicius, musical infantil que estreia este fim de semana no Teatro Sesc Paulo Autran, em Taguatinga. Baseado em um dos maiores clássicos do poeta — o disco A arca de Noé —, o musical é uma obra de ficção criada por Cris Mendes, Carol Calmon e Amanda Coelho.

Em seu quarto, o menino descobre o poder da imaginação. Ali, ele se encontra com o leão, uma mistura de coragem com vaidade e que lhe ensina sobre a humildade; com a coruja, animal sensato, que lhe mostra a importância do respeito à diversidade; com as abelhas e sua organização social e o pensamento coletivo. “É como se o Vinicius de Moraes tivesse escrito a Arca de Noé naquele momento”, comenta o diretor do espetáculo, Abaetê Queiroz, que está em cartaz há mais de 5 anos com o espetáculo Vinicius, para adultos, o qual ele dirige e atua.

Explorando o universo lúdico e colorido, com projeções como cenário, Poetinha Camarada — As aventuras do menino Vinicius também busca uma interação com o público e convida adultos e crianças a embarcarem nessa arca e a produzirem aviões de papel. O musical promove um resgate divertido das obras e músicas infantis do poeta e propõe mensagens de respeito, organização e, de certa forma, valorização da cultura, da história e da memória brasileiras. “Fazer um espetáculo sobre um artista brasileiro, a nossa cultura, a nossa arte, é muito válido”, afirma Queiroz. Ao final da temporada em Taguatinga, a peça segue para Ceilândia e, depois, Asa Norte. “Uma folia no palco e na plateia. Diria também que é uma forma reflexiva, porque são os pensamentos do personagem, muito puros, são conversas entre ele e os animais ou entre eles”, explica o diretor.

Serviço
No Teatro Sesc Paulo Autran (Taguatinga)
Neste sábado (28/9), às 16h, e domingo (29/9), às 15h e às 17h. Teatro musical infantil da Pararatibum Criações Artísticas. Entrada gratuita. Classificação indicativa livre. O espetáculo conta com intérprete em libras.
Tags: teatro

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES