Brasília-DF,
04/JUN/2020

Virgínia Nowicki está desiludida com a programação da tevê aberta

Antes de atuar em Chiquitias, Nowicki havia estipulado que não atuaria em um projeto que não fizesse muita diferença no currículo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:27/10/2013 06:01Atualização:25/10/2013 12:04

Virgínia Nowicki, a Eduarda de Chiquititas: preparo para a personagem  (Jorge Rodrigues Jorge/Carta Z Notícias)
Virgínia Nowicki, a Eduarda de Chiquititas: preparo para a personagem

Antes de aceitar o convite para interpretar a deslumbrada Eduarda de Chiquititas, Virgínia Nowicki sabia que precisava de um bom trabalho para voltar à tevê. Atriz por formação e com uma carreira consolidada na tevê, principalmente pelos trabalhos como apresentadora e repórter, ela estava afastada do veículo há seis anos, depois de deixar o comando do Arte Brasil, exibido pela Rede TV!. E tinha estipulado que não atuaria em um projeto que não fizesse muita diferença em seu currículo. Preferia dedicar-se à família nesse período.

“Estou desiludida com a tevê aberta. A busca por audiência nivelou tudo muito lá embaixo. Esqueceram até das crianças. Por isso, me empolguei com a possibilidade de participar de uma novela feita para o público infantil”, analisa Virgínia, que já foi repórter do Domingão do Faustão e do Você decide, na Globo, e apresentou o Zapping, da Record, no final da década de 1990.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK