Brasília-DF,
05/ABR/2020

Especial de fim de ano inspiração em contos do escritor alemão Thomas Mann

Adriana Garambone, Gabriel Gracindo, Giuseppe Oristanio, Floriano Peixoto e Thelmo Fernandes participam da trama

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:17/11/2013 06:04

Protagonizada por Floriano Peixoto, produção discute temas sérios com leveza (Jorge Rodrigues Jorge/Carta Z Notícias)
Protagonizada por Floriano Peixoto, produção discute temas sérios com leveza

Inspirado em quatro contos de Thomas Mann — vencedor do Nobel de Literatura de 1929 — o telefilme O amor e a morte é a principal atração da grade de final de ano da Record. Na trama, ainda sem data para ir ao ar, Henrique ( Floriano Peixoto) reúne os amigos para comunicar que morrerá no dia seguinte. A partir da trágica revelação, os personagens mergulham em reflexões sobre a vida, as paixões e a morte.

Marcílio Moraes, autor da produção, garante que O amor e a morte não será mórbido. “(Ao contrário) será repleto de delicadeza, de humor e de ironia”, comenta. Ele explica que, após receber a notícia, os amigos passam a especular o porquê de tanta certeza. “Com os amigos chutando motivos, ele explica que há mais de 20 anos tem plena convicção de que morrerá no dia 13 de outubro de 2013”, antecipa Moraes.

Além de Floriano Peixoto, Adriana Garambone, Gabriel Gracindo, Giuseppe Oristanio e Thelmo Fernandes compõem o elenco do telefilme — que segue a linha dos outros especiais da emissora, como Nova família trapo e Tá tudo em casa. Os atores foram escolhidos pessoalmente pelo autor. “Participei da seleção. Inclusive, fiz uma coisa que não costumo fazer. Escrevi a Maria para a Adriana Garambone”, revela Moraes.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK