Brasília-DF,
01/JUN/2020

Principais novelas das emissoras têm vilãs que roubam a cena

Algumas personagens extrapolam tanto na maldade que é difícil imaginar que possam existir na vida real

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Juliana Figueiredo - Especial para o Correio Publicação:08/12/2013 06:07Atualização:06/12/2013 15:35
Amarilys (D) é a responsável pela separação do casal Eron e Niko
 (Estevam Avellar/Divulgação)
Amarilys (D) é a responsável pela separação do casal Eron e Niko

Por mais que os bonzinhos se esforcem para conquistar os telespectadores, são os vilões que chamam a atenção e despertam discussões nas novelas. Nas principais produções da tevê aberta, personagens femininas se destacam pela variedade de personalidades e de maldades. No entanto, algumas são tão ruins que fica difícil imaginar que possam existir na vida real.

Um desses casos é Leila, personagem de Fernanda Machado, em Amor à vida. A vilã é um típico personagem de novela e comete todo os tipos de maldade: maltrata a irmã autista, é gananciosa e bolou um terrível plano para dar um golpe na amiga doente e humilhou a cunhada gorda. A atriz reconhece os exageros da trama. “Sempre leio gente que escreve: ‘Fulana está dando uma de Leila’. Virou uma categoria de pessoa”, diz.

A personagem de Jussara Freire, Donana, de Pecado mortal, também não economiza nas maldades. Maquiavélica, ela mente, manipula e chantageia para conseguir seus objetivos. Ela até mesmo já mandou sequestrar os netos e ameaçou matar os filhos “adotivos”.

Mais reais

Algumas outras vilãs, no entanto, são mais factíveis. Aline (Vanessa Giácomo), de Amor à vida, pretende dar um golpe no médico César, de Antônio Fagundes. Usando a juventude como arma de sedução, ela faz o médico de gato e sapato.

Amarilys (Danielle Winits) começou como a melhor amiga da protagonista, mas virou uma das personagens mais odiadas da novela. Ela destruiu o relacionamento do melhor amigo Niko (Tiago Fragoso) com o advogado Eron (Marcelo Anthony). “O fato de ela se intrometer e objetivar acabar com uma relação estabelecida fez os telespectadores a verem como uma vilã”, comenta a atriz.

Até a trama infantil Chiquititas aposta em vilãs perversas, como a interesseira Carmen (Giovanna Gold), que tenta a todo custo ficar com a fortuna do irmão e tomar o controle do Orfanato Raio de Luz.

Malvadas recentes

Carminha

Personagem de Adriana Esteves, em Avenida Brasil, roubou a cena do folhetim. A personalidade dúbia, amorosa e cruel conquistou o público.

Tereza Cristina

A patroa de Crô era uma vilã capaz de cometer todas as maldades possíveis: homicídios, crimes e sequestros faziam parte do repertório dela.

Maria Joaquina

A vilã mirim de Carrossel deixava o público de cabelo em pé. A personagem de Larissa Manoela destratava o pequeno Cirilo, mas no fim mostrou ser uma menina boa.

 

Confira vídeos das melhores vilãs da dramaturgia

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK