Brasília-DF,
02/ABR/2020

Mesmo com salário alto, Ashton Kutcher não consegue conquistar o público

Kutcher entrou no seriado em 2011 com a difícil missão de substituir Charlie Sheen

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:22/12/2013 06:04Atualização:20/12/2013 11:41

Ator mais bem pago da tevê americana, Ashton Kutcher não emplaca em novo papel
 (SBT/Divulgação)
Ator mais bem pago da tevê americana, Ashton Kutcher não emplaca em novo papel

Ashton Kutcher vive um ótimo momento na vida pessoal: conseguiu oficializar o complicado divórcio com Demi Moore, depois de um casamento de sete anos, acabou de ficar noivo da atriz Mila Kunis e tudo indica que ele virará pai em 2014. Porém, na carreira, as coisas não vão muito bem.

Apesar de ser o ator mais bem pago da televisão norte-americana, com cerca de US$ 2 milhões (R$ 4,6 milhões) por mês, o astro luta contra a baixa audiência da comédia Two and half men (exibida no Brasil pela Warner e pelo SBT). Kutcher entrou no seriado em 2011 com a difícil missão de substituir Charlie Sheen. No entanto, ele não tem convencido no papel. No cinema, o ator também foi alvo de críticas ao viver o criador da Apple, em Jobs. Filme marcado por falhas e por uma bilheteria decepcionante.

Mesmo não atravessando um bom momento, a carreira dele na tevê é marcada por sucessos. A estreia na televisão foi em 1990 na série That's 70 show. A comédia conseguiu destaque e revelou nomes como Mila Kunis, e Laura Prepon (atualmente, em Orange is the new black).

Kutcher era o produtor de Punk'd, da MTV, e do reality show As gostosas e os geeks (exibido no Brasil no Multishow). Ele também produziu A beautiful life: série estrelada por Mischa Barton (The O.C) que durou só dois episódios.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK