Brasília-DF,
02/ABR/2020

Levantamento do TV+ mostra quais as melhores e piores séries desta temporada

Apesar da grande expectativa, Under the dome (de Stephen King) decepcionou

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Juliana Figueiredo - Especial para o Correio Publicação:29/12/2013 06:00Atualização:27/12/2013 11:57

Agente do FBI e terrorista se juntam na caçada de outros bandidos em The blacklist (Sony Brasil/Divulgação)
Agente do FBI e terrorista se juntam na caçada de outros bandidos em The blacklist

O ano de 2013 foi marcado por muitos acontecimentos na tevê fechada: séries importantes chegaram ao seu fim, outras estrearam e conquistaram o público, e algumas seguiram para as próximas temporadas se consolidando entre a audiência. Enquanto Breaking bad e House of cards figuram em quase todas as listas de melhores do ano, algumas escolhas menos óbvias despontam entre os críticos mais ousados, como a francesa Les revenants e séries respaldadas por grandes nomes, como Under the dome (de Stephen King), criaram altas expectativas, mas decepcionaram.

Outro fator positivo foram as exibições simultâneas no Brasil e no EUA. “Em 2013 os canais acordaram e agilizaram os contratos de licença e de distribuição, especialmente nos casos da HBO, Sony, BBC e Warner, que mantiveram Game of thrones, True blood, The blacklist, Doctor Who e Almost human com pouco ou nenhum intervalo”, diz Bruno Carvalho, editor-chefe do site Ligado em Série. Na última edição de 2013, o TV+ destaca os altos e baixos de um ano que deu o que falar.


Queridinhas da crítica

Trama sobrenatural: Les revenants é destaque do ano (Max/Divulgação)
Trama sobrenatural: Les revenants é destaque do ano

Apesar de estreias que foram rapidamente canceladas, 2013 trouxe novidades interessantes. É o caso da The blacklist (exibido pela Sony), que para Michel Arouca, do Série maníacos, dominou a tevê. A produção conta a história de Raymond Reddington (James Spader), um dos criminosos mais procurados pelo FBI, que se entrega às autoridades e promete revelar o nomes de diversos criminosos e terroristas. A única condição é lidar com a investigadora novata Elizabeth Keen (Megan Boone). “Apesar de ser uma trama policial, a atração tem uma história atraente e que não cansa”, comenta.

Para a crítica de tevê Patrícia Kogut, uma das maiores surpresas do ano foi Les revenants (que passa no canal Max), adaptação de um longa francês. Lançado em 2004, o filme narra a história de pessoas que já morreram, mas que, de forma inexplicável, retornam e tentam se readaptar à sociedade. A série francesa levou o Emmy Internacional de 2013 e alcançou a maior audiência de uma série estrangeira nos EUA desde 2006 — 1,8 milhão de espectadores.

Embora 2013 tenha sido movimentado para os seriados, o ano também é marcado por lançamentos ruins. “Este foi um dos piores fall season (período de estreias e retornos de séries) dos últimos tempos. Apareceram muitas séries de gosto duvidoso, algumas foram canceladas depois de três ou quatro episódios”, reflete Michel Arouca.
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK