Brasília-DF,
30/JUL/2014

Cena de estupro coletivo na novela Em família gera debate

O autor Manoel Carlos buscou inspiração em um episódio real ocorrido em 2013

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:13/02/2014 12:06
Neidinha ( Jessica Barbosa ) (Rede Globo/João Miguel Júnior)
Neidinha ( Jessica Barbosa )

Uma cena da novela Em família, exibida na última segunda-feira (31/1), tem gerado burburinho entre os telespectadores. O episódio em que a personagem Neidinha (Jéssica Barbosa) sofre um estupro coletivo pegou muita gente de surpresa, embora o autor da trama, Manoel Carlos, já tenha mostrado predileção por abordar a violência contra a mulher em seus enredos (vide Mulheres apaixonadas).

O autor do folhetim inspirou-se no episódio real do estupro de uma turista norte-americana ocorrido no Rio de Janeiro, em 2013. A cena passou por cortes antes de ir ao ar, segundo o jornal O Globo. Mas nem isso evitou uma série de comentários, sobretudo por causa da decisão da vítima em ter e criar a criança.

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) escreveu no Facebook que ficou “chocado” ao assistir à cena, mas reconheceu que "a direção e os atores deram o melhor de si para comunicar, à audiência da novela, a vulnerabilidade de uma mulher numa cultura machista e misógina como a nossa".

No entanto, o político questionou o desfecho do episódio. "Que contribuições uma personagem vítima de estupro coletivo que decide ter e criar, com amor, o fruto dessa violência podem dar para a luta pelos direitos da mulher?". A internauta Tatiane Garcia acrescentou. “Espero que o autor tenha a intenção de mostrar o outro lado, os problemas que as mulheres têm ao longo do tempo por ter escolhido não abortar e criar a criança”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Si Cunha 13 de Ferveiro às 23:07

Em todas suas novelas , Manoel Carlos faz questão de denegrir a imagem do Rio

[Denunciar]
Márcio Borges 13 de Ferveiro às 16:04

Esperem aí! Estão querendo dizer que abortar é a ÚNICA opção para que a vida da mulher não se transforme num inferno, depois de uma gravidez advinda de um estupro? Com licença, isso é presunção! Não, é estupidez, mesmo!

[Denunciar]

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK