Brasília-DF,
05/ABR/2020

'Meu pedacinho de chão' opõe personagens de Osmar Prado e Rodrigo Lombardi

Epaminondas é o arquétipo do mal, representa a sombra, o retrocesso, a decadência, a vaidade e a prepotência. Já Pedro Falcão é o arquétipo do justiceiro

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:27/03/2014 06:01
O folhetim tem estreia marcada para o dia 7 de abril (Renato Rocha Miranda/TV Globo e TV Globo/Divulgação)
O folhetim tem estreia marcada para o dia 7 de abril

A principal trama de Meu pedacinho de chão, próxima novela das seis, estará focada na disputa entre o retrógrado coronel Epa, papel de Osmar Prado, e o entusiasta Pedro Falcão, vivido por Rodrigo Lombardi, que defende o desenvolvimento de Vila Santa Fé. O duelo entre os dois se torna ainda mais acirrado quando Pedro Falcão, com a aprovação de todo vilarejo, decide criar a primeira escola daquela região. Epa levará até às últimas consequências isso, que é por ele considerado uma afronta pessoal.

Epaminondas é o arquétipo do mal, representa a sombra, o retrocesso, a decadência, a vaidade e a prepotência. Já Pedro Falcão é o arquétipo do justiceiro, representa o trabalho e a terra. O folhetim tem estreia marcada para o dia 7 de abril.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK