Brasília-DF,
20/OUT/2017

Coluna "Eu vi" enfatiza a data que marca 50 anos da ditadura no Brasil

Há 50 anos o país passava por uma fase difícil, o Golpe Militar

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:30/03/2014 06:20
Nunca mais

Neste domingo, dia 31 de março, completam-se 50 anos do início do golpe militar que levou o país a um longo e tortuoso período. Nossos artistas foram reprimidos. As obras manipuladas. Da música à televisão. A censura impediu que Odorico Paraguaçu, em O bem-amado, fosse chamado de “capitão” ou “coronel”. A censura atrasou a exibição de Roque Santeiro em 10 anos e exigiu a morte de Paulo Gracindo no final de Bandeira 2, para moralizar a história. Janete Clair teve o texto censurado diversas vezes e chegou a rasgar 12 capítulos, impedidos de ir ao ar, em uma cena de fúria. Merecedora de uma novela.

Não há dignidade na censura e na repressão dos meios de comunicação para impor conceitos de moralidade e de civismo subjetivos. Digno é o país democrático. No qual, Mateus Solano possa beijar Thiago Fragoso. Onde Chico Buarque possa jogar bosta na Geni e Maria Bethânia não precise pegar o carcará. Matá-lo. E comê-lo.

Melhores

Ando na dúvida sobre quem seja meu ator favorito, atualmente. Estou entre Caio Castro e Cauã Reymond.

Programas

As séries brasileiras andam dando um banho nas internacionais. Vida de estagiário ou A teia, por exemplo, arrasam com House of cards ou Game of thrones.

Revelação

Os drops anteriores são uma antecipada homenagem ao Dia da Mentira, a ser celebrado em dois dias.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK