Brasília-DF,
24/OUT/2021

Seriado Orphan black investe em ficção científica na temporada de estreia

No Brasil, primeira temporada está disponível no Netflix

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:08/04/2014 09:07
Tatiana Maslany dá vida a mais de sete personagens na trama de 'Orphan black', da BBC (Gus Ruelas/Reuters)
Tatiana Maslany dá vida a mais de sete personagens na trama de "Orphan black", da BBC

O primeiro episódio de Orphan black dá a sensação de que a trama abordará o clichê de gêmeas separadas na maternidade e se reencontram por acaso sem saber uma da existência da outra. A partir do segundo episódio, a impressão é deixada de lado. A série se distancia do “lugar-comum” e mergulha numa trama de ficção científica. A segunda temporada estreia em 19 de abril no canal Space do Canadá. No Brasil, a primeira está disponível no Netflix – sem previsão de lançar a segunda – e foi exibida pelo canal BBC HD (prevista para o segundo semestre).

Na temporada de estreia, a protagonista Tatiana Maslany aparece em sete clones. Personagens idênticas na aparência, distintas em trejeitos, educação e realidade. São: uma golpista, uma alemã, uma exterminadora, uma dona de casa do subúrbio, uma detetive, uma estudante de biologia e uma executiva. As diferentes faces renderam a indicação ao Globo de Ouro.

Novos clones devem estrear na trama. Uma é Jennifer, professora de natação diagnosticada com câncer. A série tem roteiro de Graeme Manson (Flashpoint) e direção de John Fawcett. Produzida pela BBC America, trata de clonagem, tráfico, maternidade e trocas de identidade.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK