Brasília-DF,
29/MAR/2020

Há 30 anos na programação brasileira, personagem Chaves ainda conquista fãs

O quadro é exibido no SBT, de segunda-feira a sexta-feira, às 19h20

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:13/04/2014 06:05Atualização:11/04/2014 12:11
Na série, Roberto Bolaños viva Chaves, um órfão de 8 anos que vivia em um barril
 (SBT/Divulgação)
Na série, Roberto Bolaños viva Chaves, um órfão de 8 anos que vivia em um barril

Faz três décadas que o seriado mexicano Chaves estreou no Brasil. Bordões inesquecíveis, personagens icônicos e humor inocente compõem a fórmula do seriado mexicano criado pelo ator e diretor Roberto Gómez Bolaños. Exibido no SBT, de segunda-feira a sexta-feira, às 19h20, o programa continua somando fãs pelo país.

Fernando Alves tem 28 anos. Há 18 acompanha as aventuras do personagem. Por que ele continua assintindo ao programa? “Pela simplicidade. É humor feito com situações cotidianas. Além disso, o seriado é atemporal, pode passar nos anos 1980, 1990 ou 2000, que as piadas fazem sentido”, explica. E não é só ele que pensa assim.

Rafael Fonte, 30 anos, é fã de carteirinha do seriado. Há um ano, o professor de geografia é membro de uma fã page do Chaves, que conta com mais de 7 mil brasileiros. Para ele, a abordagem do programa vai além do humor: “As contradições entre ricos e pobres refletem bem a realidade”, opina.

A comédia narra as peripécias de um órfão de oito anos que vive entre vizinhos, no mínimo, peculiares. O malandro Seu Madruga, o mimado Quico, a chorona Chiquinha e a rabugenta Dona Florinda são alguns dos moradores de uma das vilas mais conhecidas da tevê. Sem contar com o Professor Girafales, que, a cada comentário de Chaves, fica irritado e solta outro dos bordões mais conhecidos: “cale-se, cale-se, cale-se, você me deixa louco”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK