Brasília-DF,
20/OUT/2017

Com clima de improvisação, o programa Perdidos da noite dividia críticos

Há 30 anos, a confusão tomava conta das noites de sábado na televisão aberta.

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:04/05/2014 06:09
Irreverência e polêmicas marcavam o programa de Fausto Silva (Band/Divulgação)
Irreverência e polêmicas marcavam o programa de Fausto Silva

Misture poucos recursos financeiros, nenhum roteiro, um cenário com elementos estranhos e um apresentador escrachado. O que tinha tudo para dar errado resultou em um dos programas mais populares da televisão brasileira. Há 30 anos, o até então repórter esportivo, Fausto Silva entrava no ar, na TV Gazeta, com o Perdidos na noite. Além da improvisação constante, a atração contava com uma dupla de imitadores (Tatá e Escova), cantores, participação da platéia e muito humor.

O programa era tão diferente em relação aos da televisão brasileira daquela época que a crítica se dividia entre chamá-lo de trash e de cult. Apesar da divergência, ele conseguiu prender o público masculino nos sábados à noite. E os artistas e as bandas convidadas também não se importavam com o clima de improvisação constante. Tanto é assim que boa parte dos grupos de sucesso dos anos de 1980 passaram por lá, como Ultraje a Rigor, Titãs e Paralamas do Sucesso.



O grande destaque mesmo era o apresentador. Quem vê o Faustão hoje no domingo e o acha irreverente e, por vezes, sem noção, saiba que ele já foi pior. Ele não tinha papas na língua e não economizava em críticas e tiradas sarcásticas à produção, ao auditório, aos convidados e, também, aos políticos. No entanto, para comandar esse tipo de programa, Fausto era perfeito, pois tinha a agilidade adquirida na cobertura esportiva e a capacidade de levar tudo no bom-humor.

O programa ficou menos de um ano na TV Gazeta. Em seguida, a TV Record levou toda a equipe para emissora, onde ficaram por cerca de dois anos. De lá, seguiram para a TV Bandeirantes, na qual o sucesso foi ainda maior, pois passou a ser transmitido em rede nacional. Na Band, Fausto também ganhou outro programa, com formato parecido, mas menos caótico, chamado de Safenados e safadinhos. Perdidos na noite ficou no ar até 1988, quando a TV Globo contratou Fausto Silva para apresentar o Domingão do Faustão.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK