Brasília-DF,
23/OUT/2017

Terceira temporada de Scandal chega ao Netflix

O terceiro ano da atração teve picos de 10,5 milhões de telespectadores por episódio

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:05/06/2014 11:06Atualização:05/06/2014 11:08
Perfomance de Kerry Washington é elogiada. Crédito:  (Sony/Divulgação)
Perfomance de Kerry Washington é elogiada. Crédito:

Scandal é a série preferida da primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama. Como Game of thrones (HBO) e House of cards (Netflix), seriados preferidos do marido Barack Obama, a trama é focada em um tema: poder. Os episódios dramatizam o que se é capaz de fazer para alcançá-lo, roubá-lo ou mantê-lo. A diferença? O viés é o da gerenciadora de crise Olivia Pope (Kerry Washington).

Urge resistir à tentação de uma conclusão superficial e machista de que se trata de uma versão para mulheres do jogo do poder. Faz bem considerar a aptidão de Shonda Rhimes. A autora norte-americana, que há dez anos escreve o drama médico Grey's anatomy (Sony), construiu um thriller político que denuncia o racismo e o sexismo em cenas de espionagem, poder, morte e sexo. E Scandal é transmitida na TV aberta norte-americana, pelo canal ABC - que costuma exibir um conteúdo bem mais conservador.

Resultado é popularidade. O terceiro ano da atração, disponível agora no Netflix, teve picos de 10,5 milhões de telespectadores por episódio. E, no quesito fãs, além de Michelle, nomes como Lena Dunham, autora de Girls (HBO), não economizam tuítes elogiosos sobre a atração. A terceira temporada, exibida no Brasil pela Sony, tem 18 episódios. E tome escândalo.

Veja o trailer da terceira temporada:

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK