Brasília-DF,
03/JUL/2020

Maldito Futebol Clube retrata passagem de treinador por um time que não gostava

Longa é considerado por muitos a melhor produção já feita sobre futebol

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Juliana Figueiredo Lucas Lavoyer - Especial para o Correio Publicação:06/07/2014 06:01Atualização:04/07/2014 10:31

Maldito Futebol Clube é considerado o melhor filme sobre o esporte (adorocinema/Divulgação)
Maldito Futebol Clube é considerado o melhor filme sobre o esporte
Maldito Futebol Clube (2009) é considerado por muitos a melhor produção já feita sobre o esporte. Baseado no livro The Damned Utd, um best-seller britânico de David Peace, o longa biográfico retrata a breve e turbulenta passagem de Brian Clough (Michael Sheen) pelo Leeds United, time pelo qual o célebre treinador inglês não tinha a menor simpatia.

O roteirista Peter Morgan e o ator Michael Sheen retomam a parceria de outros filmes que retratam pessoas reais (Frost/Nixon e A rainha) e dão um show sob direção de Tom Hooper (Os miseráveis e O discurso do rei). A atuação de Sheen é um dos pontos altos do filme. Fiel aos trejeitos e à personalidade do técnico, o ator mostra o lado carismático e o lado polêmico de um homem que conseguia montar equipes competitivas com pouquíssimo dinheiro e não se cansava de dar entrevistas impactantes.

Os poucos dias à frente do Leeds United (apenas 44) foram suficientes para inspirar essa trama que conquistou amantes e não amantes do esporte. A narrativa não linear, repleta de flashbacks e de licenças poéticas, foi motivo de críticas negativas por parte da família de Clough e de elogios por parte da imprensa. Clough, que morreu em 2003, é considerado o maior treinador inglês a não ter comandado a seleção do país.


Em 2005, Elijah Wood trocou a maquiagem de hobbit pelas cores do tradicional West Ham, clube londrino inserido na trama de Hooligans. Filho de um jornalista conceituado e injustamente expulso de Harvard por uma infração cometida pelo colega de quarto, Matt Buckner (Wood) desembarca na Inglaterra para passar um tempo com a irmã, Shannon (Claire Forlani).

Uma vez em solo britânico, faz amizade com Pete Dunham, líder de uma torcida organizada violenta dos Hammers. Nisso, passa a conviver com as brigas irracionais entre as organizadas europeias - e até a admirá-las. Apesar de ser uma ficção, o drama traz um retrato fiel do futebol extracampo na Inglaterra.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK