Brasília-DF,
13/DEZ/2017

Miguel Roncato: "Consigo reparar um amadurecimento do meu trabalho"

Ator festeja a popularidade do atrapalhado Danilo, da novela Geração Brasil

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Agência Estado Publicação:23/07/2014 15:01Atualização:23/07/2014 15:08
Ator Miguel Roncato fala sobre popularidade (Pedro Paulo Figueiredo/Carta Z Notícias)
Ator Miguel Roncato fala sobre popularidade
O atrapalhado Danilo, da novela "Geração Brasil" (Globo), está longe de se parecer com seu intérprete, o ator Miguel Roncato. Diferentemente de seu personagem, que possui uma ambição desregrada e não está a fim de trabalhar, o ator tem demonstrado que sabe aproveitar todas as portas que se abrem em seu caminho. Desde que estrou na TV, em "Passione" (Globo), ele tem acumulado personagens de destaque e acredita estar mais experiente quando o assunto é sua profissão.

"Consigo reparar um amadurecimento do meu trabalho, das experiências acumuladas. Sigo aprendendo, esperandoque o público compartilhe desse meu crescimento enquanto artista", analisa após quatro anos à frente das câmeras. Natural do pequeno município de Nova Prata (cerca de 180 km da capital Porto Alegre), Miguel, desde pequeno, demonstrou interesse pelas artes Aos 13 anos, em busca de profissionalização, fechou as malas e mudou de cidade.

Quatro anos depois, no Rio de Janeiro, teve uma estreia de peso na TV. Na trama de Silvio de Abreu, "Passione" (2010), foi ser filho do personagem vivido por Tony Ramos. No folhetim, ele era Alfredo, um garoto introvertido e cheio de questionamentos, sobretudo após a morte da mãe. Para enfrentar o período conturbado da adolescência, contava com a ajuda de sua tia, interpretada por Aracy Balabanian.

No ano seguinte, foi a vez de ele encarar um personagem polêmico Na trama de "Insensato Coração" (Globo), ele deu vida a Gilvan, um jovem que emocionou o espectador ao revelar que era gay. Mas, desta vez, em "Geração Brasil" (Globo), o que chama a atenção em seu personagem é o caráter duvidoso. "Danilo é oportunista e adepto de caminhos mais curtos para chegar aonde deseja. Ele está disposto a muita coisa para conseguir subir na vida."

Nessa escalada social e econômica, o rapaz conta com a ajuda de sua avó Gláucia (Renata Sorrah), que é louca para colocar a mão no dinheiro do filho, Jonas (Murilo Benício). Há ainda uma prima, Megan (Isabelle Drummond), por quem Danilo é apaixonado. "Ele gosta, de fato, da Megan, e não deve desistir dela assim facilmente. Mas é possível que surja alguém no meio do caminho, sim", adianta quando questionado sobre uma nova paixão na novela

Popularidade em alta

Além dos objetivos pessoais e profissionais, outra característica de Danilo o faz muito diferente de Miguel. O filho de Sílvio (Luiz Henrique Nogueira) e Marisa (Titina Medeiros), acha que faz sucesso com as mulheres e vive querendo impressioná-las. Fora das telas, o ator está bem distante dessa realidade. Em seu perfilno Twitter, quase 40 mil pessoas acompanham seus "posts" diários, enquanto que no Instagram o número é de 35 mil.

Mensagens de fãs com elogios como "lindo", "príncipe", "maravilhoso" e "gato" são de praxe. O volume fica maior quando ele posta fotos ao lado do irmão, o também ator Fernando Roncato ("Morde & Assopra"). O assédioé encarado pelo ator "da forma mais tranquila possível". "Toda resposta do público é válida, inclusive essa. Acho um barato esse carinho da galera", confessa

O outro assédio, dessa vez da mídia, também não o chega a tirar o seu sono. Aos 21 anos, Miguel segue uma linha mais "reservada" e, praticamente, não aparece em veículos de fofoca e badalação. "Existe uma sutil diferença entre relacionar-se de maneira saudável com a imprensa e manter-se reservado. Uma linha tênue que euvivo pontuando e reforçando."

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK