Brasília-DF,
20/OUT/2017

Séries sobre convívio familiar são sucesso há pelo menos quarenta anos na tevê

Os programas brasileiros se inspiraram em atrações norte-americanas do gênero

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Luiz Prisco Publicação:03/08/2014 06:02Atualização:01/08/2014 12:58
Família Trapo tinha Ronald Golias e Jô Soares no elenco (TV Record/Reprodução)
Família Trapo tinha Ronald Golias e Jô Soares no elenco

Alguns temas são recorrentes na televisão mundial. Atualmente, atrações como Modern family faturam importantes prêmios. Programas do gênero seduzem a audiência há muito tempo. Clássicos como Família Trapo, a primeira versão de A grande família e Um amor de família são importantes fontes de inspiração dos sucessos atuais.

Em 1967, a TV Record estreava a atração que mostrava as aventuras de Carlos Bronco (Ronald Golias), Peppino (Otello Zeloni) e o mordomo Gordon (Jô Soares). Os episódios de Família Trapo mostravam, de forma bem-humorada, as crises e as disputas do ambiente familiar. O programa fez tanto sucesso que o craque Pelé participou de um capítulo.

Atualmente, os desentendimentos entre Augustinho Carrara e Lineu, que estão na última temporada, prendem a atenção dos brasileiros, às quintas-feiras, na Globo. Porém, a versão original de A grande família, exibida em 1972, foi considerada uma mudança na televisão brasileira. A atração, que tinha Jorge Dória e Osmar Prado no elenco, fazia criativas críticas sociais, de forma que elas não fossem percebidas pela censura da ditadura militar.

Lá fora

Os seriados familiares de sucesso no Brasil “beberam na fonte” das atrações norte-americanas do gênero, como All in the family e The Cosby show. Entre as atrações mais recentes, uma, que era exibida na década de 1990, marcou o começo da invasão das séries norte-americanas no país. Um amor de família foi sucesso por aqui e popularizou o ator Ed O’Neill — que, hoje, vive Jay Pritchett em Modern family.

Outros sucessos

Eu, a patroa e as crianças


Encerrada em 2005, a atração, que até hoje é exibida no SBT, mostra o cotidiano de Michael Kyle (Damon Wayans), um pai que tenta manter a família unida. O programa fez sucesso ao retratar, com humor, a vida da classe média norte-americana.

Três é demais

Clássico dos anos 1990, a série foi a responsável por lançar as gêmeas Ashley e Mary-Kate Olsen, que interpretavam a irmã mais nova da família Tanner. Além delas, a atração também lançou o ator John Stamos, que participou de outros seriados, como Glee.

Step by step

Criada no fim dos anos 1980, a série mostrava a junção de duas famílias, após o casamento de Carol Foster e Frank Lambert. No novo cenário familiar, os conflitos eram o tema do programa — um dos primeiros a tocar em temas sensíveis como divórcio e segundo matrimônio.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK