Brasília-DF,
11/DEZ/2017

Wagner Moura tenta se reinventar na pele de Pablo Escobar em série do Netflix

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Bernardo Bittar Especial CB Publicação:07/09/2014 06:12
Ator Wagner Moura fez papéis de sucesso na tevê e no cinema (Stefanie Loos/Reuters)
Ator Wagner Moura fez papéis de sucesso na tevê e no cinema

Wagner Moura, assim como os colegas Selton Mello e Rodrigo Santoro, tomou uma difícil decisão: abandonou os holofotes proporcionados pela televisão e direcionou a carreira às telas de cinema. Depois do sucesso do personagem Capitão Nascimento, em Tropa de elite, o ator participou de diversos filmes (nacionais e internacionais). Agora, seguindo a linha vanguardista, ele se preparar para protagonizar uma polêmica série na internet — produzida pelo canal Netflix.


Wagner Moura repetirá a parceria com José Padilha (Tropa de elite). Porém, desta vez, ele não interpretará um policial e, sim, um dos maiores narcotraficantes do mundo. Em Narco, o ator viverá Pablo Escobar, em trama que gira em torno do tráfico de drogas no circuito Colômbia-México-Estados Unidos.


Para as gravações, Wagner Moura precisou (e gostou de) se afastar do Brasil por dois anos. “Tenho o maior amor pelo país, mas não está dando para viver aqui. Nunca pensei que fosse dizer isso, mas estou gostando que meu próximo projeto me tirou do Brasil por dois anos”, declarou, sem medo da polêmica.


Com estreia prevista para o início de 2015, a obra teve a maioria das cenas gravadas (em inglês e espanhol) na Colômbia. Em entrevista à imprensa, um dos executivos do Netflix, Jonathan Friedland, contou que se trata de uma das grandes apostas da empresa e antecipou que a temporada terá 10 episódios.


Wagner Moura trabalhou em filmes de projeção internacional, como Praia do Futuro e Trash — no qual interpreta um personagem gay —, e disse não medir esforços para alcançar a perfeição: “Eu quero que todos os meus filmes façam bilheteria e me esforço para que isso aconteça, independentemente do gênero”.

Despedida
A última novela de Wagner Moura foi Paraíso tropical, em 2007. No folhetim, o ator interpretou o vilão Olavo Novaes (foto) — um jovem ambicioso que deseja, a qualquer custo, virar o herdeiro do patrão.

Presença ilustre
Em Narco, Wagner Moura contracenará com o ator chileno Pedro Pascal, que interpretou Oberyn Martell, na quarta temporada de Game of thrones.

Versatilidade
Wagner Moura também se arrisca como cantor. No entanto, nessa função, ele não obteve o mesmo sucesso. Quando, na antiga MTV, em 2012, o ator fez um tributo a Renato Russo, a apresentação provocou polêmica.

Só muda a igreja
Sobre um suposto convite para interpretar o autointitulado bispo Edir Macedo, Moura disse que não pode aceitar. “Não vou interpretar o Edir Macedo. Sei que a Record chamou o Padilha para dirigir a biografia dele, mas nunca me chamaram. E se me chamarem não farei, porque já tenho um projeto de fazer um filme tendo um pastor evangélico como personagem principal”, informou.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK