Brasília-DF,
21/SET/2017

Série Sexo e as negas é autuada e gera polêmica na internet

A ouvidoria da Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial registrou sete denúncias de racismo pelo seriado

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:11/09/2014 11:03
O autor Miguel Falabella disse que o seriado é alegre (TV Globo/Divulgação)
O autor Miguel Falabella disse que o seriado é alegre

Nova aposta da TV Globo, a série Sexo e as negas, com data de estreia prevista para o dia 16 deste mês, vem provocando polêmica. A ouvidoria da Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial (Seppir) já registrou sete denúncias de racismo pelo seriado. O órgão autuou a Rede Globo e pediu informações detalhadas sobre a série. A autuação foi encaminhada ao Ministério Público do Rio de Janeiro, onde o caso será avaliado.

O titular da Seppir, Carlos Alberto de Souza e Silva Júnior, ressaltou a preocupação pelos estereótipos racistas. "A Ouvidoria da Igualdade Racial vê com estranheza e preocupação qualquer tipo de manifestação que reproduza estereótipos racistas, machistas, que se alicerce na sexualidade das mulheres negras, ou venha a reforçar ideias de inferioridade dessas mulheres, seja nas artes, no cinema ou nas telenovelas e seriados", afirmou.

Na página pessoal do autor da série, Miguel Falabella contestou as críticas de racismo que Sexo e as negas recebeu. "Como é que se tem a pachorra de falar de preconceito, quando pré-julgam e formam imediatamente um conceito rancoroso sobre algo que sequer viram? Sexo e as negas não tem nada de preconceito. Fala da luta de quatro mulheres que sonham, que buscam um amor ideal. Elas podiam ser médicas e morar em Ipanema, mas não é esse meu universo na essência, como autor", comentou ele no Facebook.

No site de relacionamentos, cerca de 20 mil pessoas organizam um boicote à nova série da TV. Com o título "Boicote nacional ao programa Sexo e as negas da Rede Globo", a página diz que o programa seria desrespeitoso e que não representaria a população.

Em comunicado oficial, a Rede Globo enviou nota em que Falabella explica o conteúdo da série questionada. "É um seriado alegre, um seriado lúdico, sobre quatro mulheres em busca do amor numa comunidade carioca." E continua: "É um programa divertido, musical, alegre, com bons atores e um texto que mais uma vez reafirma a minha crença no ser humano", disse o autor.

Confira uma postagem da página de boicote à série:
No Facebook, grupo contesta o programa (Facebook/Reprodução)
No Facebook, grupo contesta o programa

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Monica Duarte 12 de Setembro às 11:08

Foi só misturar a palavra sexo com a palavra nega (positiva ou negativa, dependendo do ponto de vista), que as pessoas se ofenderam antes mesmo de saberem o conteúdo do programa. Mas não é só por causa do título que as pessoas se ofenderam, mas pelo fato do autor ser branco, loiro e ter olhos azuis?

[Denunciar]
Carlos Bonasser 12 de Setembro às 09:00

Se for um programa sem aquelas apelações costumeiras, acredito que vai ser muito bom, visto que as atrizes são todas lindas e pelo quilate da beleza presume-se qualidades e profissionalismo...já estou apaixonado por elas...sucesso e vamos em frente. Abraços.

[Denunciar]
sandra cristina silva 11 de Setembro às 20:54

Boa noite.Acho que as pessoas estão procurando cabelo em ovo,pois tem tantas mini séries com pessoas mostram tantas situações e nem por isso vejo as pessoas fazendo boicote.O preconceito esta na mente destas pessoas.

[Denunciar]

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK