Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Punky, a levada da breca levou crianças para frente da tevê na década de 1980

A partir de uma história simples, as aventuras de uma menina órfã fez sucesso no Brasil

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:21/09/2014 06:09Atualização:19/09/2014 14:49
Punky Brewster conquistou o público aprontando muitas confusões (NBC/Reprodução)
Punky Brewster conquistou o público aprontando muitas confusões
“Nunca mais eu vou dizer que essa vida me aborrece. Punky! Deixo pra você resolver só pra ver o que acontece. Punky! A menina que ilumina toda vez que a gente vê.” Essa música pertence a um dos seriados infantojuvenis de maior sucesso das tevês norte-americana e brasileira: Punky, a levada da breca.

Lançada nos Estados Unidos em 1984, a série conta a história de Penelope “Punky” Brewster, uma garotinha abandonada pelos pais. A fim de não ir para o orfanato, decide morar em um apartamento vago. O síndico do prédio, o ranzinza Arthur Bicudo, descobre a menina e resolve adotá-la. Punky, então, passa a viver confusões típicas de uma criança.

Para acompanhá-la nas aventuras, além do inseparável cachorro Pinky, a garota contava com a melhor amiga, Cátia, Anderson Júnior e a esnobe Margot. No meio das bagunças, o seriado também tratou de assuntos polêmicos, como o abuso sexual de menores.

O sucesso foi tão grande que a atriz Soleil Moon Frye, que interpretava a Punky, teve que se afastar da escola durante um ano. A artista também foi recebida pelo então presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, que a cumprimentou pelo seriado.

Nos EUA, a série inspirou a criação de um desenho animado chamado It’s Punky Brewster!. Aqui, recebeu o nome de Punky.
No Brasil, o seriado foi exibido primeiro pelo SBT, no fim da década de 1980 até o início dos anos 2000. Em janeiro de 2009, a Band começou a exibir a série, mas foi logo tirada do ar por causa da baixa audiência. Foram, ao todo, três temporadas e 88 episódios.



Saiba Mais

Origem

O nome original do seriado e da protagonista foi dado pelo chefe de programação da NBC na época, Brandon Tartikoff. Segundo o site IMDB, ele era apaixonado por uma garota chamada Peyton “Punky” Brewster quando criança e decidiu usar a alcunha no programa.

Carreira

Depois de estrelar Punky, Soleil Moon Frye participou de algumas temporadas de Sabrina, aprendiz de feiticeira, interpretou uma namorada de Joey em Friends e fez algumas dublagens para animação. Soleil é mãe de dois filhos e tem uma loja de produtos infantis nos Estados Unidos.

Adaptações

Além da música de abertura do seriado, composta no Brasil por Mário Lúcio de Freitas e Marcelo Gastaldi (a voz original do Chaves), os nomes dos personagens principais sofreram alterações na tradução. Arthur Bicudo chama-se Henry Warnimont; a amiga Cátia Alves é Cherie Johnson; e a avô dela, Luiza Alves, é Betty Johnson.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK