Brasília-DF,
23/SET/2017

Televisão brasileira precisa renovar os apresentadores de jornais e programas

William Bonner, Gugu, Faustão, Brito Júnior, Rainha Bastos e Luciano Huck não agradam mais os telespectadores

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:19/10/2014 06:45
 (Gil Rodrigues/Esp. Aqui BH)
Não vou falar de política, prometo! Mas vou começar dizendo que quando eu soube que as entrevistas com Dilma e Aécio no Jornal Nacional foram canceladas, perguntei-me se o motivo teria sido incompatibilidade com William Bonner, já que a performance do âncora foi amplamente criticada no primeiro turno (nem sempre com razão, vale lembrar).

Diante disso, comecei a pensar nos apresentadores  que ocupam a telinha e não fiquei nem um pouco satisfeito. Faustão? Alguém consegue terminar uma frase do lado dele? Temos Gugu. Pois é, ele entra na clássica brincadeira “será que morreu ou foi para a Record?”. Saiu e depois voltou para a Record.

Rafinha Bastos, mesmo abusando de escatologias, perdeu a graça há anos. Temos o queridíssimo Luciano Huck. Quer dizer, nem tão mais querido assim. Brito Júnior? Prefiro não comentar.

Estamos ou não estamos necessitados de uma renovação? Os apresentadores só conseguem animar porque um contrarregra passa com a placa: “Aplaudam”. E olhe lá.

Retorno
Ana Paulo Arósio é uma bela e eficiente atriz. Nem por isso podemos dizer que ela fez falta na televisão. Há certo exagero nessa comoção em torno de um suposto “retorno” da artista.

Concorrido
As vendas para o espetáculo 220 volts de Paulo Gustavo estão animadas. O Centro de Convenções deve lotar para receber o comediante, que desembarca por aqui no fim de novembro.

Quase
Ninguém mais aguenta, mas resta uma semana de horário eleitoral. Chega de azul e vermelho na tela!

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK