Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Minisérie Felizes para sempre? causa euforia entre brasilienses

O projeto de Fernando Meirelles mostrou beijo debaixo do bloco, uma cerva no Beira, um rolé pelo parque

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:08/02/2015 06:45
 (TV Globo/Reprodução)

Vou tentar não falar da bunda de Paolla Oliveira. Na verdade, tenho minhas dúvidas se alguém ainda aguenta ler alguma coisa sobre Felizes para sempre?, mas vou insistir. Não tenho críticas ao projeto de Fernando Meirelles e, como a grande maioria, concordo que ele acertou ao retratar a cidade além do óbvio.

Uma Brasília formada por pessoas comuns, políticos, empresários, prostitutas, cobogós e, por que não, um Congresso e um belo lago.

Diferentemente de atrações televisivas anteriores, que apostavam somente em chavões, pudemos acompanhar um pouco mais de carne e osso. Um beijo debaixo do bloco, uma cerva no Beira, um rolé pelo parque. Brasília!

Meu único incômodo foi diagnosticar que ainda paira sobre o brasiliense uma espécie de bairrismo ou algo do gênero. Uma comoção sem precedentes simplesmente por termos sido pano de fundo de uma série. Não vejo cariocas aos berros e lágrimas quando o Cristo Redentor surge na tela. Assistir Brasília no horário nobre deve causar orgulho, entendo. Mas o excesso de euforia transparece certo provincianismo.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK