Brasília-DF,
23/OUT/2017

Mulheres de Areia deixa personagens marcados na memória da telenovela

Vivido por Gianfrancesco Guarnieri e Marcos Frota em diferentes versões de Mulheres de areia, Tonho da Lua conquistou o público na batalha dele contra Raquel e no amor por Ruthinha

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:11/10/2015 06:06Atualização:09/10/2015 16:03
Um dos grandes clássicos de Ivani Ribeiro, a novela Mulheres de areia — que teve duas versões, uma em 1973, pela TV Tupi, e outra em 1993, na TV Globo — serviu não só para colocá-la no topo da lista dos maiores novelistas da história, mas também para deixar marcado na teledramaturgia grandes personagens. Entre eles, estão as gêmeas Ruth e Raquel, a família Assunção, com destaque para a filha problemática Malu e para a mãe controladora Clarita, e, claro, para o inesquecível Tonho da Lua.
 
Marcos Frota deu um tom cômico ao personagem (TV Globo/Reprodução)
Marcos Frota deu um tom cômico ao personagem

Na primeira versão, Tonho da Lua foi interpretado por Gianfrancesco Guarnieri, enquanto na segunda coube a Marcos Frota o papel. A história do personagem é peculiar. Com problemas mentais, Tonho tem uma personalidade complicada, podendo ir do ingênuo e carinhoso ao agressivo. Duas situações o conseguem deixar calmo. A primeira é quando está fazendo as esculturas de mulheres na areia da praia de Pontal D’Areia, cidade fictícia onde se passa a novela. A outra é quando vê ou interage com Ruth — a gêmea boa.
 
Agora, se quer ver Tonho da Lua fora do sério, é só colocá-lo próximo a Raquel ou em alguma situação que ele tenha que enfrentar o padrasto Donato. Por conta dos problemas mentais, ele fica muito nervoso e não consegue pronunciar propriamente todas as palavras, gaguejando muito. Essa, aliás, é uma das características mais lembradas no personagem. “Aaaaaaaaa Raaaquellll é má, aaaaaa Ruth é boazinha”, dizia o enfurecido Tonho.
 
Tonho da Lua continua com sua paixão platônica por Ruth até o fim da novela, quando ela se casa com Marcos. Tonho, então, toma decisão de fugir da cidade com o circo.
 
A interpretação de Gianfrancesco Guarnieri era mais dramática que a de Marcos Frota, que procurou dar um tom mais infantil ao personagem. Isso fez com que Marcos fosse mais lembrado pelo papel. Dois motivos ainda contribuíram para isso: o público em frente à televisão era maior em 1993 — além de a novela ser colorida —, e porque a trama ainda foi reprisada por duas vezes no Vale a pena ver de novo. E se você quer assistir novamente, o Viva vai transmitir a novela em fevereiro de 2016.

SAIBA MAIS
 
Três para um
Segundo o site Teledramaturgia, de Nilson Xavier, três atores escalados para o elenco fizeram testes para interpretar o Tonho da Lua: Eduardo Moscovis, Irving São Paulo e Marcos Frota, que acabou ficando com o papel e foi o grande destaque da novela. Eduardo Moscovis e Irving São Paulo ficaram com outros papéis: Tito e Zé Luís, respectivamente. 
 
Esculturas
Uma das curiosidades da primeira versão da novela é que Serafim Gonzalez, o ator que interpretou o personagem Garnizé, era o responsável por dar forma às esculturas de areia feitas por Tonho da Lua. Serafim começou a carreira na TV Tupi, onde participou de várias novelas ao vivo, inclusive do original de A viagem, também de Ivani Ribeiro. O artista morreu em abril de 2007. O último folhetim de que participou foi Cristal, no SBT.
Na versão da década de 1970, as esculturas eram feitas pelo artista Serafim Gonzalez (TV Globo/Reprodução)
Na versão da década de 1970, as esculturas eram feitas pelo artista Serafim Gonzalez
 

Outros personagens
Apesar de ficar marcado por anos com o personagem Tonho da Lua, Marcos Frota também se destacou em outros papéis. Em O clone, ele viveu Escobar, um antigo aluno do doutor Albieri (Juca de Oliveira), que é contra as experiências de clonagem. Houve ainda o inesquecível Jatobá, em América. Na trama, o personagem perdeu a visão quando adulto e teve que aprender a lidar com as dificuldades, tornando-se um dos porta-voz dos direitos dos deficientes vi suais.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK