Brasília-DF,
18/OUT/2017

'Capitão Planeta' conscientizou toda uma geração

Crianças da década de 1990 aprenderam sobre a importância da preservação com o desenho

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:31/01/2016 07:00
'Capitão Planeta' foi ao ar no início da década de 1990 (Reprodução/Internet )
'Capitão Planeta' foi ao ar no início da década de 1990

Não teve criança na década de 1990 que não sonhou em ter um anel mágico e gritar com os amigos: “Terra, fogo, vento, água, coração!”. Os quatro elementos da Terra unidos ao amor formavam um dos heróis mais adorados por essa geração em todo o mundo: o Capitão Planeta. O superpoderoso desenho foi ao ar, pela primeira vez, em 15 de setembro de 1990, nos Estados Unidos, e foi criado a partir de uma ideia do magnata das comunicações Ted Turner, fundador da CNN e do Cartoon Network. Segundo o empresário, Capitão Planeta surgiu para levar conscientização ambiental (apesar de tratar de outros temas também) aos telespectadores, principalmente às crianças.
 
 
A história, portanto, girava em torno de cinco escolhidos por Gaia para ajudar na conservação ecológica do mundo. Para isso, cada um recebeu um anel com um poder capaz de controlar algum elemento. O que detinha o superpoder da terra, capaz de utilizá-lo em qualquer situação que envolvesse o solo, era Kwame. Vindo de Gana, ele se tornou logo o líder do grupo, pois era o mais centrado de todos. Wheeler nasceu em Nova York e recebeu o anel do fogo — ele era o mais encrenqueiro da turma. Linka veio da Rússia e manejava o vento e tinha uma quedinha por Wheeler.

Já Gi nasceu na Tailândia e recebeu o anel da água. Dessa forma, ajudava nas missões no momento em que era preciso controlar mares e ondas. Por fim, Ma-ti vem dos índios caiapós, mas nunca foi dito oficialmente que ele era brasileiro. O mais jovem do grupo tem o poder do coração, que o possibilita comunicar com animados e amolecer o coração dos humanos. Os cinco juntos enfrentavam todos os tipos de inimigos que queriam acabar com a natureza, entre eles o Porco Greedly, o Verminoso Escória e o Capitão Poluição.

Cada um desses malvados era especializado em uma ação ruim contra o planeta. Por exemplo, o Porco Greedly queria acabar com recursos não-renováveis, como a água. Ao perceber a má ação, os jovens corriam para salvar a Terra. Quando a situação apertava, era necessário unir forças e chamar alguém mais poderoso que eles, no caso, o Capitão Planeta, que bradava: “Pela união dos seus poderes, eu sou o Capitão Planeta!”. Sempre seguido do grito dos jovens: “Vai, Planeta!” Dessa forma, o ser de cabelos verdes e botas vermelhas conseguia colocar tudo em ordem. Ao fim, ele devolvia a magia para os anéis com a frase: “O poder é de vocês!”

Capitão Planeta foi um sucesso de público, sendo exportado para mais de 100 países. No Brasil, o Xou da Xuxa foi o responsável por transmitir pela primeira vez a atração, em 1991, seguido pela TV Colosso, em 1993. Foram produzidas, ao todo, seis temporadas, que totalizaram 113 episódios.

Fundação
A preocupação de Ted Turner com a natureza era tanta que não ficou só no desenho. O empresário abriu uma fundação homônima à animação para tratar das atividades relacionadas ao meio ambiente. A Captain Planeta Foundation funciona em Atlanta e já ajudou quase 2 mil projetos de cunho ecológico. Obviamente, a logomarca do órgão é o próprio Capitão Planeta.

Filme
Em 2011, a Sony começou a buscar os direitos de adaptação do desenho para o cinema, o que movimentou o fãs. Em 2013, a empresa chegou a anunciar que estava quase tudo acertado para começar a execução do longa. No entanto, de lá para cá, pouco se falou dessa saga para as telonas, mas adoradores de todo mundo não perderam a esperança e apoiam, por meio de abaixo-assinado, a realização do filme.

Aparência
Ted Turner deixou nas mãos dos produtores todos os detalhes sobre a concepção dos personagens. Assim, até então, ninguém sabia como seria a cara do Capitão Planeta. Foi aí que Nick Boxer, roteirista dos primeiros episódios, decidiu que ia ser ele mesmo o rosto do herói e assim o fez. Além de escrever os capítulos iniciais, ele é o responsável pela trilha sonora de abertura do desenho nos EUA.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK