Brasília-DF,
21/SET/2017

Programa 'Mobylas' mostra a paixão por motos no History Channel

Reality mostra um grupo de apaixonados por mobiletes, que não vão poupar esforços para personalizá-las e até mesmo colocá-las em provas de arrancada

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:01/05/2016 07:00Atualização:29/04/2016 14:37

 (History Channel/Divulgação)

 

A televisão conta com tantos realities shows que já ficou difícil inovar nos formatos. Por isso, as apostas das emissoras são em programas de nicho, aqueles que mostram cotidiano de certos grupos da sociedade. Isso deu muito certo, principalmente, com os amantes de carros e motos, que têm como compartilhar suas paixões com outras pessoas e mostrar todo o desenvolvimento dos veículos, claro, sem esquecer das histórias e dos dramas. Um deles, é o Mobylas, uma produção nacional, exibida pelo History, que está em reprise toda quarta-feira às 18h15.


O Mobylas estreou na televisão no fim do ano passado, mas o sucesso foi grande, e o canal optou por exibir em reprises a temporada — até que a próxima fique pronta. Para quem não conhece, o programa conta a história de um clube de mobiletes, aquelas motos com motores dois tempos e 50 cilindradas, de São Paulo, chamado de Clube Tongnhas — em referência ao primeiro triciclo chamado de tonguinha.


Fazem parte do grupo Taboca, Alípio, Makelele, Pobre, Grilo, Pé Grande, Atibaia, Senninha e o novato Sabugo. Juntos, eles vão mostrar o cotidiano, brigas, afetos, manias e o estilo de vida nada convencional dos integrantes.

Os integrantes do Mobylas ainda declaram o carinho pelas mobiletes, sem perder o espírito de aventura. Dessa forma, colecionam e constroem peças, montam e incrementam as mobiletes, correm atrás de patrocínio e participam de provas de arrancada, entre outras competições.


A ideia da série surgiu há sete anos, quando o diretor do programa Rafa Calil, da produtora Duo2, conheceu o MobClube por meio de uma reportagem em uma revista, e ficou impressionado com o estilo e a atitude dos integrantes. Após conhecer Taboca pessoalmente, trabalhou até conseguir viabilizar a produção da série, em parceria com o canal. Uma vez que os integrantes da equipe têm empregos convencionais, alguns projetos de personalização levaram bastante tempo, como o MobyFusca, que demorou 14 dias para ficar pronto.


Aliás, o MobyFusca faz parte de um dos episódios do programa. Os mobileteiros, como são conhecidos, prestam homenagem ao Véio, um membro querido do grupo, mas falecido há dois anos. Para isso, eles encaram um projeto ousado: unir um Fusca a uma mobilete.


Durante as reprises, vale ainda rever o episódio A Kombi do clube. Como bons aventureiros, pegar estrada de mobilete é a maior satisfação dos Tonguinhas, mas também uma missão quase impossível. Nesse capítulo, Taboca, o presidente do clube, resolve comprar uma Kombi para servir de carro de apoio à gangue, permitindo fazer viagens longas. O problema é que ele arranja uma lata-velha com mais de 40 anos, que parece ser ainda mais problemática que as mobis.

Conheça o presidente

Maciel de Barros Pudles, 23 anos, ou Taboca, como é conhecido no reality, é o presidente e fundador do Mob Club. Com características que lembram aqueles motociclistas dos filmes — barbudo, baixinho, todo tatuado e muito articulado —, Taboca não mede esforços para manter vivo o clube que fundou. Segundo a biografia no site do History, ele consegue dar contar das suas duas namoradas ao mesmo tempo que conserta um motor, tatua um integrante do Mob Club e alimenta seu morcego, animal de estimação. Taboca, além de fundador, é a força mais presente do local, é quem dá a última palavra, o que às vezes gera brigas e discussões.

Serviço

Mobylas
Todas as quartas, às 18h15 (reprises), no History

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK