Brasília-DF,
20/OUT/2017

Com mais de 25 anos de carreira, Humberto Martins ainda faz o tipo galã

O ator, de 55 anos, mostra que seus dias de descamisado ficaram para trás, mas os de sedutor, não

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:15/05/2016 06:15
Humberto Martins está no ar na novela 'Totalmente demais', da Globo (Globo/João Miguel Jr)
Humberto Martins está no ar na novela 'Totalmente demais', da Globo
 
Humberto Martins já experimentou de muito do que se pode fazer como um ator. Recentemente visto como o empresário Germano na novela Totalmente demais, ele já trabalhou na tevê, no cinema e no teatro, pousou para revistas e dublou animações.
 
Nascido em Nova Iguaçu, o  carioca estreou oficialmente no drama televisivo O sexo dos anjos (1989), de Ivani Ribeiro, mas o primeiro papel de destaque veio um ano depois, em Barriga de aluguel, como a personagem João dos Santos. Desde então, Humberto vem participando de diversas produções, destacando-se em personagens masculinos fortes e conquistadores.
 
Com importantes participações nas novelas Uga uga (2000) e Kubanacan (2003) e na minissérie O quinto dos infernos (2002), ganhou fama de ser membro do “grupo dos descamisados” da tevê. Não era raro ele aparecer em frente às câmeras exibindo o físico bronzeado, para deleite da audiência feminina.
 
Papéis mais contidos vieram a partir do drama América, na qual Humberto interpretou o empresário Laerte, passando de descamisado a galã. Em dezembro de 2015, o ator afirmou à revista Quem que estava “de saco cheio de exibir os músculos” e deixou até de frequentar a academia: “Não tem que precisar de academia para ser ator.”
 
Desde então, com o sucesso de América, Humberto passou a interpretar médicos e empresários bem-sucedidos: “Fiquei aliviado quando consegui mostrar que eu não era só aquilo”, confessou.
 
Fora da tevê, Humberto pode ser visto em duas produções cinematográficas: Tiradentes (1999), de Oswaldo Caldeira, e a animação A nova onda do imperador (2000), na qual empresta a voz à personagem Pacha. No teatro, ele viveu o controverso personagem Pôncio Pilatos, em 2015, no espetáculo anual A Paixão de Cristo, em Nova Jerusalém.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK