Brasília-DF,
06/DEZ/2019

Conheça o perfil e trajetória da atriz Sônia Braga

Sucesso nacional e internacional, Sônia Braga, eternizada como Gabriela, de Jorge Amado, representou o Brasil pela quarta vez em Cannes

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:29/05/2016 07:00Atualização:27/05/2016 15:14

 (ANNE-CHRISTINE POUJOULAT)
 

 

Todos os anos o cinema mundial volta as atenções para o Festival de Cannes. Uma das premiações mais prestigiadas da sétima arte teve participação de destaque do Brasil na edição 2016. Concorrendo na categoria de melhor atriz pelo filme Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, Sônia Braga levou o nome do país mais uma vez à premiação.

A vida artística da paranaense começou logo cedo, quando aos 14 anos fez programas de teleteatros na TV Tupi. Seu rosto ficou nacionalmente conhecido quando participou do programa Vila Sésamo, em 1972. Naquele ano, foi eleita revelação feminina e ganhou o Troféu Helena Silveira.


Foi em 1975 que a carreira de Sônia deslanchou ao protagonizar a novela Gabriela, da Globo, adaptada do romance de Jorge Amado. O sucesso da personagem foi tamanho que a brasileira foi alçada ao posto de símbolo sexual e ficou conhecida também em outros países. Em visita a Portugal, por exemplo, a atriz percorreu ruas em carro aberto, com batedores e guarda-costas. Outro destaque na carreira televisiva de Sônia foi como Julia em Dancin days (1978). A personagem dela conquistou o país e lançou moda, com figurino ousado e colorido.


Depois de outras experiências bem-sucedidas, a atriz decidiu, por volta de 1980, se dedicar exclusivamente à sétima arte. Em 1981, estrelou Eu te amo, de Arnaldo Jabor, e ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Cinema de Gramado.


Em 1985, protagonizou o filme O beijo da Mulher Aranha, de Hector Babenco, contracenando com Raul Julia e William Hurt. A atuação lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro por melhor atriz coadjuvante e abriu as portas do cinema internacional para a brasileira. Foi nessa época que ela deixou o Brasil.

Nesses anos, trabalhou em 42 filmes e episódios de 11 seriados, como The Cosby show (1986), Sex and the city (2001), American Family (2002), Law & Order (2003), CSI: Miami (2005), Alias (2005) e Brothers & Sisters (2010/2011).

Quem é?

Nome:
Sônia Maria Campos Braga
Nascimento: Maringa (PR)
Idade: 65 anos

Em Cannes


A brasileira representou o Brasil no Festival por quatro vezes — com os filmes Eu te amo (1981) de Arnaldo Jabor; O beijo da Mulher Aranha (1985), de Hector Babenco; Em 2010, quando O beijo da Mulher Aranha foi reexibido no evento numa versão restaurada, e agora em 2016 pelo longa Aquarius, de Kleber Mendonça Filho.

Destaques


Em 1976 protagonizou o longa Dona Flor e seus dois maridos, de Bruno Barreto, ao lado de José Wilker e Mauro Mendonça. O filme foi um fenômeno, com 12 milhões de espectadores no Brasil e repercussão no exterior.

Quando Sônia protagonizou a novela Espelho mágico (1977), Caetano Veloso compôs a música Tigresa para a personagem dela. A canção ficou conhecida como feita para a atriz.

Sônia Braga concorreu a prêmios prestigiados como Globo de Ouro, por três vezes, Emmy Awards, Prêmio Platino, Festival de Gramado, Baftas e outros.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK