Brasília-DF,
10/DEZ/2017

Atores portugueses se destacam em novelas brasileiras

Após protagonizar a primeira cena de sexo entre dois homens, o ator português Ricardo Pereira entrou para a história da televisão brasileira

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:17/07/2016 07:07Atualização:15/07/2016 14:40
Ricardo Pereira se divide entre o Benfica e o Flamengo (Globo/João Cotta)
Ricardo Pereira se divide entre o Benfica e o Flamengo
 
 
Brasil e Portugal têm muito mais do que o idioma em comum. A paixão pelas novelas, por exemplo, é um traço cultural que une as duas nações. Atores brasileiros são tratados como verdadeiras estrelas por lá. Por isso, não é raro que portugueses venham ao Brasil fazer parte do elenco de nossas tramas. E não é apenas em papeis de lusitanos —  alguns se arriscam e se saem bem driblando o sotaque como brasileiros mesmo.
 
“Virei um brasiguês”, brincou o ator Ricardo Pereira em entrevista ao site GShow. O Tolentino de Liberdade, liberdade entrou para a história da televisão brasileira ao protagonizar, ao lado de Caio Blat, a primeira cena de sexo entre dois homens da nossa dramaturgia.
 
“Foi uma cena emocionante. Acima de qualquer coisa, a cena reflete o amor desses personagens. O conflito pessoal deles em ceder a esse amor é visível. Nessa época, isso era considerado um crime, sodomia, com condenação à morte. Está é uma ficção e fala de preconceito, da luta contra a intolerância e pela igualdade entre todas as pessoas”, comemora.
 
Ricardo é um rosto conhecido do publico brasileiro. A primeira novela dele por aqui foi Como uma onda, exibida em 2004. Nesses 14 anos, ele já interpretou portugueses —  como faz agora —  e brasileiros, como no caso de Insensato coração (2011). A ligação de Ricardo com o Brasil é tão grande que os dois filhos dele, Francisca e Vicente, nasceram aqui. O lisboeta diz que o coração dele se divide entre o Benfica e o Flamengo.

Galã importado

Assim como Ricardo Pereira, Pedro Carvalho arranca suspiros do público ao aparecer sem camisa nas cenas de Miguel, um dos protagonistas de Escrava mãe. Em sua primeira trama no Brasil, Pedro não descarta adotar a ponte aérea internacional como hábito ou mesmo se transferir de vez para cá, como fez Ricardo.
 
“Adoraria continuar no país. Essa foi minha primeira novela aqui e quero ficar. Moro em Portugal, mas, se surgir uma proposta de fazer novela no Brasil, me mudo para cá. Minha casa é lá, mas meu sonho é ter uma casa aqui e uma lá. Estou aberto a esse mercado e esperando propostas”, afirmou ao site oficial da trama.
 
Acostumado a fazer novelas em Portugal, Pedro destaca que a principal diferença está no investimento, bem mais robusto por aqui. “Lá, não temos todo esse cenário, as cidades cenográficas. Usamos locações reais. Quando queremos gravar em uma cidade, vamos lá e gravamos na cidade, sem criarmos uma cenografia cara”, afirma o ator, que se encantou pela cozinha nacional.
 
Também com ares de galã, Paulo Rocha acabou de sair de Totalmente demais, novela na qual interpretou o brasileiro Dino. Há cinco anos no Brasil e com novelas como Fina estampa (2011) e Guerra dos sexos (2012) no currículo, Paulo fez várias sessões de fonoaudiologia para se livrar do sotaque português na telinha.
 
“Às vezes, me escuto e vejo as diferenças, o processo evolutivo do sotaque. Hoje me sinto mais nativo. Não faria o menor sentido ficar no Brasil tanto tempo aguardando por personagens portugueses. Seria perda de tempo para mim e de dinheiro para a emissora”,  disse em entrevista à revista Quem.

Unidos pelo idioma

Liberdade, liberdade tem pelo menos mais dois atores estrangeiros no elenco. Logo no início da trama, Joana Solnado, a Anita, chamou a atenção do público ao protagonizar uma cena de sexo com Mateus Solano, o Rubião. Na segunda novela brasileira — a primeira foi Como uma onda (2004) —, a atriz brinca que fala “duas línguas: português de Portugal e português do Brasil”.
 
O idioma também não foi problema para Bukassa Kabengele. Belga criado no Congo, o ator intepreta Omar, negro que escandaliza a sociedade de Vila Rica ao voltar de Portugal com um título de nobreza concedido pela Família Real.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK