Brasília-DF,
08/DEZ/2019

Relembre a trajetória do ator Cláudio Marzo, famoso por 'Irmãos Coragem'

O ator começou como figurante e passou a protagonista de novelas que marcaram a tevê brasileira, como Carinhoso e Irmãos Coragem

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:04/09/2016 06:05Atualização:03/09/2016 18:20
Como Duda, Cláudio Marzo brilhou em Irmãos Coragem, de Janete Clair (TV Globo/Reprodução)
Como Duda, Cláudio Marzo brilhou em Irmãos Coragem, de Janete Clair
 
A trajetória de Cláudio Marzo se confunde com a história da tevê brasileira. Em mais de 40 anos de carreira foram mais de 40 participações em novelas, minisséries e especiais. Cláudio morreu em março de 2015, depois de passar 20 dias internado devido a um enfisema pulmonar. Ele tinha 74 anos. O último trabalho dele na telinha foi o especial Guerra & paz, na Globo, em 2008.

Muitos foram os tipos marcantes na carreira do intérprete. Como não se lembrar do Duda de Irmãos Coragem, de Janete Clair, em 1970. Ao lado de Cláudio Cavalcanti e de Tarcísio Meira, Marzo protagonizava um dos maiores sucessos daquela década. O personagem dele é o mais novo dos irmãos que batizam o folhetim. Atrás do sonho de se tornar jogador de futebol profissional, Duda vai para a cidade grande, deixando para trás o amor de Ritinha. A mocinha era vivida por Regina Duarte, com quem Marzo dividiu a cena também em Véu de noiva (1969), Minha doce namorada (1971) e Carinhoso (1973).

Em 1975, mais uma novidade: Senhora. Baseada no romance de José de Alencar, a trama na qual viveu o protagonista Fernando Seixas, foi a primeira a ser exibida em cores na faixa das 18h. Nos anos 1980, Brilhante (1981) foi o primeiro sucesso do ator, que vivia vilões, mocinhos, empresários e coronéis com a mesma competência.  No ano seguinte, marcou época como Jorge da revolucionária minissérie Quem ama não mata.

Fora da Globo, Marzo surpreendeu a toda uma geração que não conhecia a força dele ao dar vida ao Velho do Rio na novela Pantanal (1990). A trama exibida pela Manchete deu trabalho à poderosa Globo. De volta à emissora carioca, ele passou a aparecer em papéis coadjuvantes em Era uma vez... (1998), às 18h; Andando nas nuvens (1999), às 19h; e Mulheres apaixonadas (2003), às 20h. Um ator de todos os horários.

Saiba mais
E VOLTA
Em 1995, a Globo fez um remake de Irmãos Coragem. E lá estava Cláudio Marzo de novo, desta vez como o coronel Pedro Barros. Duda, o irmão defendido por Marzo 25 anos antes, foi vivido por Marcos Winter.

JOVEM
O início da carreira de Cláudio Marzo começou longe do estrelato. Aos 17 anos, ele foi figurante até que, com A Moreninha (1965), chegou ao posto de protagonista.

CINEMA
O tamanho da tela não importava para o ator. No cinema ele também brilhava. Estrelou longas como A dama do Lotação (1978), Pra frente, Brasil (1982) e O homem nu (1997), pelo qual recebeu o prêmio de melhor ator no Festival de Gramado.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK